Quando a gente ama de verdade…



Quando a gente ama de verdade, tudo o que fazemos é natural e não nos causa desconforto. Quando a gente ama de verdade, não importa o tempo, não importa se é um dia cinza ou se ainda não amanheceu.

Quando a gente ama de verdade, cruzamos o mar como se fosse um passeio até ali na esquina e nada nos é impossível.

Aprendi que quem ama de verdade:

1. Está sempre disponível e online

Ao menor sinal de fumaça ou mensagem ou ligação (chegamos a nos antecipar inclusive às notificações do celular, como se de repente desenvolvêssemos um sexto sentido), não importa o que estivermos fazendo, paramos tudo e vamos ao seu encontro. Seja um café, uma ida até à padaria, ao banco ou acompanhar à missa do galo. O dia é preenchido por um histórico invejável de mensagens correspondidas. E mesmo que não sejam muitas, há sempre uma resposta. Ou a resposta da resposta e assim por diante. Compartilhamos o nosso dia e isso nos mantém conectados, mesmo que ocupados com coisas e pessoas diferentes. Vale aquele bom dia de manhã. Vale aquele recadinho de “eu penso em ti” e os famosos “vamos dar um rolé” e “vamos tomar um café”?


2. Está sempre indisponível e offline

Sim, ao contrário do que disse acima, aqui vale dizer estar indisponível e offline quando é preciso. E quando é isso? Quando estamos juntos, o telefone pode tocar, as notificações podem se amontoar, mas essas coisas não são mais importantes do que estar ao lado do ser amado. Não quero dizer que desligue o telefone (até porque isso pode ser um sinal de outra coisa), quero dizer que quando a gente ama de verdade sabemos administrar nosso tempo, sem prejudicar as nossas relações com o mundo lá fora e a vida aqui dentro entre eu e você.


3. Cada encontro é único

Para quem ama de verdade, cada momento em que nos encontramos é algo que não podemos deixar passar em branco. Isso não significa um quarteto de cordas e manchetes nas redes sociais a todo momento, mas, na verdade, vemos um planejamento. Uma vontade de estar junto e as ideias fluem. É só um beijinho rápido, então é um beijinho olho no olho, as duas mãos ao redor do seu rosto, palavras bonitas e um sorriso pensado para deixar claro o afeto. Ou então, aquele planejamento estudado, organizado, aquela lista de lugares, de sugestões e onde, até a combinação do que vestir foi pensado antes. Amor é tudo aquilo que você faz pelo outro.


4. O tempo não determina o desgaste do romance

Para quem ama de verdade, o tempo é contado como um troféu. Um quadro emoldurado na parede do qual se tem muito orgulho e nos dá grande satisfação. O tempo traz boas recordações e lembrar-se do que passou é tão bom quanto viver o momento presente ou imaginar o futuro. Podem ser ainda algumas poucas semanas ou já serem uma dúzia de alguns anos ou ainda mais. A pessoa que ama de verdade não permite que o amor morra sem se esforçar e valoriza cada minuto.


5. Tem o melhor abraço e o melhor beijo do mundo todo

Aconchego-me no seu abraço como quem entra numa cabana no meio da floresta e fecha a porta; à nossa frente um rio a correr manso, onde só o silêncio podemos ouvir ao longe. A lua está alta e nada mais importa. O que te falta? Mais nada. É um abraço que parece que foi feito pra gente morar.


6. Somos a melhor opção, não a única

Para quem ama de verdade, somos a companhia preferida, não a que sobrou. Dentre todas as opções, somos escolhidos porque o universo não tem a mesma cor e nem o café o mesmo aroma, se não for a gente. É a escolha mais importante. Quando somos a melhor opção, quer dizer que entre todas as opções e todas as diferentes possíveis histórias, fomos a escolhida. E nada mais importa. Celular não tem senha. Se tem, sabemos e compartilhamos expectativas. Nós nos sentimos seguros porque somos valorizados por cada qualidade que temos e somos percebidos em nossos defeitos não como desvantagens, mas como potencialidades de nos tornarmos melhores.




7. Somos importantes

Quem ama de verdade compartilha a sua vida e o mantém perto e cúmplice do que se passa. Não só divide as batatinhas fritas como também o seu dia, a escolha da cor dos sapatos  e mostra interesse nas coisas que são importantes para si. Amor não é o que dizemos ou escrevemos para alguém. Amor é tudo aquilo que se faz por essa pessoa.


8. Quando a gente ama, de verdade não tem freios

Pegando emprestado um pouco de Fernando Pesssoa, quem ama nunca sabe o que ama, nem sabe porque ama, nem o que é amar. Amar é a eterna inocência e a única inocência é não pensar. Portanto, quem ama de verdade não se limita. Permite-se. Pode ser que no início ou mesmo em função de todos, termos passados mais ou menos complicados, haja alguma indecisão, mas esta tem de ser superada. Quem ama de verdade sabe quando dizer eu te amo. Não há tempo ou momento. E se não diz com palavras com facilidade, diz com os olhos, com os carinhos, com a atenção e com tudo que escrevi até aqui. Mas aconselho sempre: Ame. Muito. E diga sempre: Amo-te! É uma das coisas que mais traz em si significado. E como tantas outras coisas e cenas nos dias de hoje, tão mal usadas e profanadas.

E essa lista termina aqui, porque é o número oito a representação do infinito e quem ama de verdade deseja que o amor que dedica e constrói ao lado do ser amado deve ser infinito enquanto dure.

E, se algum dia deixar de ser, que por amar de verdade também saiba libertar o ser amado e dar-se o direito de construir novas histórias, se isso o fizer feliz.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: spaskov / 123RF Imagens






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.