Quando a gente se liberta do que é tóxico, nossa vida simplesmente flui…



Quando a gente se liberta do que é tóxico, nossa vida simplesmente flui… naturalmente e da melhor forma possível!

Tenho presenciado, nos últimos anos, amigos, familiares, pessoas próximas e até conhecidos de pouca convivência mergulharem em relacionamentos tóxicos.

Alguns conseguem tomar consciência do relacionamento destrutivo, ainda a tempo de conseguir retomar a própria vida e se recuperar, antes de se afogar de vez. Outros não. Outros, aos poucos, tomam consciência de que o que faz mal para o corpo e para a mente não pode ser considerado normal.

Relacionarmos tóxicos causam humor depressivo, desconexão com sua própria essência (você simplesmente deixa de fazer o que sempre gostou de fazer, como um esporte por exemplo, para viver em função somente de outra pessoa), distorção dos seus próprios valores (o qual considero o pior de todos), etc.

Talvez por isso me interessei pelo coaching de vida com foco em relacionamentos, saúde e bem-estar. Comparei artigos, livros, estudos teóricos com a observação prática e pude constatar que: o fato de você conseguir dizer que vai cair fora de um relacionamento porque está lhe fazendo mal, não significa que já esteja livre. Você possivelmente ainda está “enredado(a)”.

Livrar-se de um relacionamento tóxico não acontece de um dia para o outro. Leva tempo. Isso se fizer abstinência total de contato.

Se voltar a ter qualquer contato, mesmo distante, como “stalkear” (espionar as redes sociais, por exemplo), a contagem para desintoxicar volta do zero. (#Sóporhoje) Precisa ser assim.

Quer saber qual o segredo para sair dessa, antes que esse relacionamento destrua por completo sua vida? Foque em você! Foque em seus sonhos, metas, atividade física, trabalho, faculdade, cursos etc.

Fazer uma terapia também é imprescindível. Você precisa pensar no relacionamento tóxico como uma droga, porque é assim que ele age no seu organismo. Para ficar limpo e atrair gente do bem, menos egoísta e que o assuma, por exemplo, você precisa primeiro ficar “limpo”. E isso leva tempo, mas você pode começar a contar de hoje, se quiser.



Como saber se um relacionamento é realmente tóxico?  Responda com sinceridade essas perguntas somente para si mesmo.

Será que vocês vivem, ou viveram, algo real ou apenas fantasioso? Algo verdadeiro que significou realmente para os dois ou apenas para você? O nível de doação e companheirismo foi equilibrado? Você pode confiar e contar com essa pessoa a qualquer momento? Teve muita manipulação e agressão psicológica (seja por palavras duras ou pelo silêncio punitivo)? Você se sente constantemente culpado(a) por outra pessoa estar agindo diferente? 

Se lhe traz mais sofrimento do que alegrias, mais agonia do que paz e serenidade, você provavelmente está vivendo um relacionamento prejudicial à sua saúde.

Nunca é tarde para cuidar de si mesmo, mudar, largar o que lhe faz mal e recomeçar.

Foque na sua vida! Você consegue! E mesmo que tiver uma recaída, não tem problema nenhum. É muito comum fracassarmos, quando nos envolvemos com narcisistas. Portanto, recomece com o contato zero quantas vezes for necessário. Coragem e força!

Lembre-se sempre de que: quando a gente se liberta do que é tóxico nossa vida simplesmente flui… naturalmente e da melhor forma possível!


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123RF Imagens/evgenyatamanenko.






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.