6min. de leitura

Quando a ignorância critica, a sabedoria observa e sorri

Em nosso cotidiano, nós nos deparamos constantemente com a ignorância, que se mostra nas palavras e comportamentos das pessoas ao nosso redor e muitas vezes até em nós mesmos.

Isso é reflexo de uma hipocrisia que parece estar instalada em nosso interior. Afinal, somos educados o suficiente para não falar com a boca cheia, mas não pensamos duas vezes antes de falar com a cabeça vazia, como diria Orson Welles.


O mal da ignorância está cada vez mais presente em nossa sociedade, e os seus efeitos sob nossa felicidade e realização são muito intensos, nos impedindo de crescer e encontrar novas realidades e oportunidades de transformação de vida.

O que torna a ignorância tão popular entre nós é o fato de que ela nos cega. Nos prende e nos deixa tão confortáveis em nossos pensamentos limitantes, que não percebemos que nos tornamos prisioneiros de uma vida guiada pela falta de respeito e egoísmo.

Conhecendo as pessoas ignorantes

Muitas vezes, podemos associar ignorância à falta de estudo. No entanto, nem sempre existe uma conexão entre esses dois fatores. Na grande maioria dos casos, a ignorância está mais ligada ao que somos por dentro, aos nossos valores e a forma como escolhemos enxergar o mundo do que ao nosso nível de instrução.


Podemos ter ao nosso redor muitas pessoas que não têm estudo mas conseguem enxergar o mundo com a mente e o coração abertos, e também pessoas estudadas e cheias de gratificações que não conseguem ver além da própria ignorância.

Para o filósofo inglês Karl Popper, não é a falta de conhecimento que move a ignorância, mas a relutância em abrir a mente para adquiri-lo. As pessoas ignorantes seguem as ideias e pensamentos em que acreditam e rejeitam todas as outras formas de ver o mundo, ignorando aqueles que não pensam de maneira semelhante.

Esse comportamento geralmente decorre da incapacidade de enxergar as coisas de maneira ampla, de pensar e refletir, ao invés de apenas ser apegar à pequena “verdade” na qual acreditam.


O comportamento ignorante nos enfraquece, afasta das pessoas importantes em nossas vidas e também incentiva a intolerância em todas as suas formas. Precisamos combater a ignorância primeiro dentro de nós mesmos, depois ao nosso redor, sempre mantendo em mente que enquanto a ignorância critica, a sabedoria observa e sorri.

A ignorância emocional

Esse tipo de ignorância pode ser reconhecido nas pessoas que nos julgam e criticam, mesmo sendo totalmente alheias às nossas vidas, sem nos conhecerem profundamente e saberem tudo aquilo que já enfrentamos e superamos. Elas nunca vestiram nossos sapatos e por isso possuem uma opinião muito superficial de nossa realidade de vida.

Quando nos deparamos com a ignorância, a melhor coisa que podemos fazer é agir com cautela

De acordo com um estudo realizado por PsychTests, as pessoas reagem de maneira muito particular às críticas recebidas. Analisando cerca de 3.600 pessoas, os psicólogos descobriram que 70% dos participantes ficam magoados quando são criticados, 20% rejeitam as críticas sem refletir sobre as mesmas, e apenas 10% das pessoas refletem sobre as críticas que recebem, melhorando quando necessário ou deixando ir, se não forem críticas fundamentadas.

O estudo também evidenciou a maior sensibilidade das mulheres, mostrando que elas são duas vezes mais propensas a levar as críticas para o lado pessoal, e enfatizou o orgulho masculino, concluindo que os homens são mais resistentes às críticas, negando-as e muitas vezes agindo com agressividade.

Uma conclusão interessante e reflexiva do estudo é que as pessoas defensivas em relação às críticas são as que mais vivem insatisfeitas, com baixa autoestima e baixo rendimento na vida profissional.

Às palavras tolas, ouvidos inteligentes

Precisamos aprender a agir com inteligência e sabedoria em relação às pessoas que nos tratam com ignorância. Não devemos permitir que suas palavras maldosas entrem em nossas mentes e corações e nos façam duvidar de nós mesmos e de nossa capacidade de sermos o nosso melhor a cada dia.

As pessoas ignorantes têm a mente fechada e não aceitam opiniões contrárias. Nesse sentido, todas as nossas tentativas de mostrarmos nosso ponto de vista serão ignoradas, e apenas desperdiçarmos nosso tempo e energia com alguém que não quer mudar. Para o nosso próprio bem, devemos fazer mais como as pessoas sábias: aprender a ignorá-las.

As pessoas sábias sabem que nem tudo vale a pena, e por isso escolhem suas batalhas conscientemente. Absorvem em suas mentes apenas aquilo que realmente importa e
deixam ir tudo aquilo que é irrelevante em suas vidas. Quando são confrontadas com a ignorância, essas pessoas lidam com ela de maneira eficaz. Com muito respeito e atitude,
mostram que a ignorância não tem lugar em suas vidas.

As pessoas só podem nos ferir quando damos permissão. Dessa maneira, o melhor a fazer é nos distanciarmos das pessoas ignorantes e nos dedicarmos a relacionamentos que nos fazem bem de verdade e nos ajudam a evoluir a cada dia.


Direitos autorais da imagem de capa: Christian Schloe





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.