O SegredoReflexãoVida

Quando a vida fala…

Ei, você que está lendo este artigo, pare um pouco!



Está ouvindo?

Ou já não consegue mais ouvir a vida falar?

Já se esqueceu de como é a sua voz?


Então talvez esse seja o motivo de todos os seus problemas. Porque a vida sempre fala. Aqueles que escutam o que o mundo diz são surdos pras palavras da vida. Mas, jamais podem calar o que ela diz.

A cada instante que passa, a cada acontecimento que nos chega, a cada situação que enfrentamos a vida conversa conosco. A linguagem da vida é profunda, porém não misteriosa. Sua beleza está na simplicidade com que elas nos dirige. A voz da vida é doce, é sabia e nos fala de tudo que precisamos saber para sermos felizes.

Contudo a voz da vida não se fala aos ouvidos. Ela foi feita para pessoas de boa vontade, de alma sensível, de olhar perspicaz e de coração aberto à mudança e a evolução. A vida, só conversa com a alma.

Já é tempo de expandirmos a nossa percepção da vida para além da superfície dos cinco sentidos comuns. É hora de usarmos nossos sentidos mais profundos, para mergulharmos na grande sabedoria da vida que nos guia para o melhor.


A vida nunca nos abandona. A vida nos dirige entre os abismos de nossas ideias pequenas, de nossos tormentos mentais e de nossa visão limitada.

Se entregar para a grande Inteligência com a qual toda a existência foi construída é escolher o melhor caminho, aquele que nos fará mais feliz. Pois, fomos criados para a felicidade. Toda a dor é a voz da vida nos dizendo que estamos numa ilusão. Afinal, aquele que não escuta a voz do amor, só aprende pela linguagem da dor.

É hora então de silenciar o barulho interior, calar as vozes mentais e ignorar o aparente caos que imaginamos ver no mundo. Para ouvir a voz da vida é preciso se entregar a sensibilidade da nossa alma. Ao silêncio interior.

É preciso deixar a resposta vir e observar atentamente tudo que nos acontece. É preciso perguntar-se em cada situação: O que a vida está tentando me dizer? Em que ilusão me coloquei? Que fantasia criei para mim? Onde estou limitando minha existência infinita?


E a vida sempre responde.

A vida é essa doce mãe que está sempre a nos ensinar. Onde houver dor ela diz que algo precisa ser mudado. Onde houver alegria ela nos fala que é preciso agradecer e espalhar este sentimento, pois estamos caminhando pela estrada correta. Em tudo que fizermos ela sempre nos dirá o que é melhor.

Por isso pare de apenas ouvir o mundo, pare de ficar hipnotizado pela rotina, abandone as queixas e a ilusão de que Deus te abandonou. Use sua inteligência espiritual. Desperte os ouvidos da alma e limpe a poeira que cegou seus olhos para os sinais da vida. Eles estão aí para quem quiser ver e ouvir.

Porque quando a vida fala e a alma escuta, Deus sorri em contentamento.


Preocupações que nos enfraquecem: vivemos a morte ou a vida?

Artigo Anterior

Quem sempre está presente para todos, às vezes também precisa de atenção

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.