Quando encontramos alguém especial, passamos a ser raridade…

4min. de leitura

Quando pessoas especiais se encontram, há o que chamamos de “química perfeita”. Mas, na verdade o que houve foi uma “fusão de almas”.

Julgamos, obviamente, tratar de alguém especial, porque somos submetidos a sentimentos únicos. São paixões intensas que acontecem quando menos esperamos, quando nossas almas anseiam para que aceitemos um amor puro, e o coração, claro, entrega-se a alguém que lhe agrada.



Os momentos que antecedem o “acaso” serão sempre surpreendentes. Lembramo-nos das pessoas que passaram por nossas vidas, que espalharam sonhos, mas que, por uma razão desconhecida, não permaneceram.  Simplesmente não fizeram com que surgissem flores em nossos caminhos, ou “borboletas no estômago”, ou ainda não havia nada que valesse a pena compartilhar.

A diferença acontece quando alguém nos faz sentir especiais.

Podemos dizer o que sentimos e até imaginar momentos de felicidade no mundo de outro alguém. Pode parecer loucura, uma dose de exagero, totalmente fora da razão e até mesmo longe dos padrões do mundo. E por quê? Porque o amor é isso mesmo: É loucura, é desejo desenfreado, é suspiro de alívio, é anseio pela presença e vontade de estar com alguém especial. Alguém que não seja perfeito, apenas que esteja nos nossos pensamentos ao dormir e ao acordar, que seja ideal e que nos leve a perguntar diante do espelho: Será que ele (a) existe?


Porque sabemos a quem procuramos, mas não aceitamos que vamos encontrar.

Esse alguém não pode ser levado pelo vento, nem ao menos ser capaz de se atrever a ficar distante. Porque deve ser tão forte a ponto de nos completar. O suficiente para fazer-nos acreditar que tudo será maravilhoso. Que o caminho que escolhemos para seguir, vai nos levar a uma única direção. E que a certeza será sempre uma aliada em qualquer situação. E que sempre, no meio de tantas pessoas, achemos apenas os seus olhos. Para amar, para se apaixonar, para querer mais que tudo na vida. Que não se pode ficar feio (a) porque para a felicidade não existe perfeita simetria. Que não haja sofrimento por cair, mas felicidade por se levantar. Parece difícil viver como vivia antes, porque o amor que foi achado foi o amor especial.

Como tudo passa e o amor permanece, pode-se pensar no impossível, porque agora sabemos que o amor tem sobrenome. E memórias que costumávamos guardar, trouxeram confirmações de que somos nós mesmos. Que apenas o amor cresceu. Não na sua individualidade, mas como algo que jamais se quebrará..


Porque sabemos que é amor. E porque podemos contar com isso.

Porque apareceu de uma forma quase inexplicável, embriagando o peito, enlouquecendo a alma e trazendo um sentimento puro para dentro do coração.

Então, cuidemos que seja algo especial, tratando como uma raridade.

__________

Direitos autorais da imagem de capa: kiuikson / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.