4min. de leitura

QUANDO ESTAMOS APAIXONADOS…

Quem um dia já se apaixonou por alguém, sabe como isso é capaz de alterar a nossa vida. O amor intenso e apaixonante realmente pode mexer com nossa alma. O amor nos traz para a vida, nos sensibiliza, nos move com força e coragem, nos faz mais sensíveis e mais fortes para viver!


Nos sentimos mais alegres, vemos a vida de forma mais positiva, gostamos mais do que estamos fazendo e tudo parece estar mais leve e melhor. Nosso modo de ver a vida se torna diferente e por isso estamos mais acolhedores e muitas vezes mais altruístas. O nosso cérebro recebe uma carga de euforia e por isso sentimos um entusiasmo tão intenso quando estamos apaixonados que direcionamos toda atenção para a pessoa amada e acabamos tendo uma maior dificuldade de focar outros objetivos.

Isso não é apenas um comportamento típico adolescente. Qualquer pessoa em qualquer idade acaba cedendo a essas respostas emocionais. Cada um corresponde ao amor de forma diferente, mas no geral, a maioria das pessoas tendem a ter um comportamento típico quando estão envolvidos pelo coração.

O amor é bondoso, carinhoso, paciente e não mede esforços. Estamos sempre procurando agradar a pessoa amada ou surpreendê-la. E também mudamos rapidamente o foco dos nossos problemas para cuidar e se preocupar com quem amamos. O amor é algo que realmente altera nossa ser interior, nos faz melhor. Ele realmente faz até mesmo encurtar longas distâncias, não importando o quanto teremos que dirigir por uma estrada para ter apenas algumas horas em companhia da pessoa amada.


O amor é a essência da vida. Ele nos transforma, nos faz querer se dedicar um pouco mais a esse alguém que nosso coração escolheu. O amor não compete, não exige nada em troca, não é invejoso e a relação de amor real.

O amor verdadeiro não aprisiona, não é irracional, não desrespeita, não toma posse e não é egoísta, não é dependente, não escraviza e não é exigente. O amor de verdade é quando duas almas se encontram por afinidade de sua essência. Se interagem, se acoplam como um único ser. O amor não tem cor, não tem raça, não tem idade, não tem discriminação e nem preconceitos. O amor quando é verdadeiro é alimento para o coração.


O amor quando real é maduro, é estruturado, não entorpece, não sufoca, não machuca. Une suas almas e nunca as aprisiona. Amor verdadeiro não pode ser comprado, nem exigido, e mesmo que não seja correspondido nunca pode ser imposto porque é espontâneo, é mostrado com simples gestos, com um sorriso.

É a base da construção do Universo, é o magnetismo que envolve o coração, o pulsar da vida. O amor real é demonstrado com carinho sem esperar nada em troca, é doador de afeto, há lealdade e fidelidade. São almas afim, há sintonia, se fundem e tem a mesma vibração.

Amar alguém é viver o mais nobre dos sentimentos. O amor sentido com pureza é capaz de iluminar um abismo, pois ele se manifesta no coração!Frel





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.