publicidade

Quando julgamos os outros, estamos relatando nosso autoconceito…

JULGAMENTO – 06/06/2012



Quando julgamos MAL as pessoas, mesmo achando que temos informações suficientes para isso, estamos sempre nos projetando nelas.

Estamos falando de nós mesmos. Não raro, exercendo admiração (por incrível que pareça) e inveja por elas fazerem ou serem algo para o quê não temos a coragem suficiente.

Quando julgamos BEM as pessoas, mesmo achando que temos informações suficientes para isso, estamos sempre nos projetando nelas.

Estamos falando de nós mesmos. Não raro, exercendo admiração e inveja (por incrível que pareça) por elas fazerem ou serem algo, para o que, não temos a coragem suficiente.


Quando ficamos incomodados, decepcionados ou indignados por não entendemos o outro, então está na hora de pesquisarmos, estudarmos e observarmos a nós próprios.

Se fizermos essa “lição de casa”, não julgaremos mais. Respeitaremos a nós mesmos e aos outros.


Quando ficamos confortáveis, ou confiantes, ou tranquilos por acharmos que entendemos o outro, então está na hora de pesquisarmos, estudarmos e observarmos a nós próprios.

Se fizermos essa “lição de casa”, não julgaremos mais. Respeitaremos a nós mesmos e aos outros.

Não é possível entender alguém, pode-se apenas senti-lo.

Quando julgamos os outros, estamos relatando o nosso autoconceito.

_____________

Conheça um pouco mais do seu trabalho acessando: Youtube  – Conteúdo do Livro: Foco No Afeto 

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.