ColunistasRelacionamentos

Quando o assunto é o coração, a gente não pode mandar no que sente…

Quando o assunto é o coração

O problema não é você, é ele.



Eu me sinto leve quando acordo, mesmo com seus braços pesados sob meus ombros. É tão fácil ficar de bom humor ao abrir os olhos e sentir sua respiração quentinha no meu pescoço, que nenhum frio é capaz de roubar essa sensação.

Gosto quando você prepara aquela bebida com algum suco de fruta e a única garrafa de destilado que sempre tem na dispensa, perdida no meio das suas cervejas, só pra me agradar e, gosto mais ainda de como nos ajeitamos no seu sofá pra ver algum desenho sem sentido.

Lembro-me de todas suas caretas para cada frase sem sentido que eu dizia e de como me abraçava como se eu fosse a única pessoa que restasse no mundo. Lembro de correr meus dedos pelo seus cabelos e poder te acompanhar no violão mesmo com minha voz nada agradável.


Sabe, eu já parei para pensar milhares de vezes tudo de incrível que você faz, que nós fazemos, porque você é incrível. E em um mundo da Alice no país das maravilhas ou na estrada de tijolos amarelos de Oz, isso seria o bastante. Mas a grande infelicidade é que a felicidade não tem a ver com perfeição.

Eu não tenho nada para reclamar, exceto que a gente não pode mandar no que sente, então fico sujeita a te pedir desculpas, eu acho.

Desculpe-me, é uma sorte de 1 em 10, ter seus braços em minha volta, mas não são os dele. O filme que assistimos aquele dia, fez-me  rir em cada minuto, mas ainda ouço os comentários dele. Seus olhos pequenos e iluminados, ainda não são os olhos que seguram toda uma história em tons de verde limão.

Eu lhe dei cem por cento de mim pra cada segundo de você, mas ainda tem cem por cento de mim em outro lugar. E coração é um bicho estranho que a gente tem que tratar com honestidade e ele não sabe dividir ou pelo menos, o meu não sabe.


Queria que o certo fosse aquilo que aparenta. Aquele padrão de quando você não acha nada de errado em alguém: “ele é perfeito”. Mas não se trata disso, é algo que vai muito além, algo que você sente mesmo que queira esconder isso do resto do mundo e se enganar com caminhos mais fáceis. Mas, no fundo, você sabe.

Eu sei que você disse que estaria sempre aqui, mas veja só, ele também disse.

Procrastinação é uma questão de emoção, aqui está como pará-la:

Artigo Anterior

Qual é a primeira coisa que você vê nesta imagem? isso revela elementos importantes de sua personalidade!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.