ColunistasComportamentoReflexão

Quando o ‘’depois’’ não chega…

QUANDO O DEPOIS NÃO CHEGA FOTO DE CAPA E FOTO DE DENTRO

Outro dia, eu voltei no tempo. Posso dizer até que revi o que não vivi, mas que poderia ter vivido se os “acasos” não fossem tão presentes em minha vida.



“_Realmente ele tinha razão. A vista daqui de cima é linda! ” _ pensei quando estava num ponto alto de minha cidade, no pátio de uma igreja para um casamento. Vi toda minha cidade com suas luzes piscantes, assim como as cidades vizinhas também. Como se pudesse ver o mundo inteiro lá de cima…

Então, lembrei de umas tardes, de uma convivência estreita que me fazia sorrir. Lembrei de minha paixão pelo pôr de sol (até hoje e acho que sempre) e da proposta (ou convite) para ver o sol se pôr no alto da mesma igreja que, pela primeira vez, eu visitei ontem.

QUANDO O DEPOIS NÃO CHEGA - FOTO 02


Bom, a proposta não se cumpriu (ou convite). O mundo girou com tanta força que mal consegui me manter de pé sobre ele. As coisas mudaram. Como sempre mudam, já que desconhecemos o que virá no dia seguinte.

E lá estava eu, sozinha, cruzando braços, à noite. Não à tarde, à noite. Por alguma razão o tempo passou e perdi o pôr do sol que queria tanto contemplar. Perdi a companhia, perdi o momento. Claro que a vida tem lá suas razões, mas naquele dia, acabei por pensar que engraçada é a vida com seus mistérios. Desconhecemos o “depois” e, muitas vezes, deixamos a nossa vida nas mãos dele (o depois, esse carinha mesmo!). É, acreditamos que ele é o “mestre”! Não deixa de ser. Na verdade, ele é o melhor medicamento contra as dores do dia a dia. É ele que nos recupera porque faz par com o tempo.

Então aprenda uma pequena lição de quem já teve muitas experiências:


“Não deixe nada para depois”

Esse “depois” pode nem chegar e, por escolha ou não, você pode se ver sozinha, de braços cruzados à noite, contemplando uma paisagem que poderia ter sido vista acompanhada ao calor inebriante de um lindo pôr de sol…


Procuro amor não correspondido…

Artigo Anterior

Somos todos pilhas…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.