publicidade

Quando ser uma pessoa ansiosa atrapalha a relação…

É complicado segurar o sentimento de ansiedade quando ele bate na porta. É como se colocasse uma torta de chocolate na sua frente e mandassem você não comer, só observar. Não tem como ter esse controle emocional. Aliás, até tem, mas boa parte da sociedade não consegue.



Esse sentimento sempre bate uma, duas, três e quatro vezes na porta, e nessa hora, você já está o convidando a entrar, sentar e tomar uma xícara de café. E se ele te “agradar” você manda deitar com você na cama e passar horas acordado pensando em um monte de baboseiras inexistentes e, contando é claro, o tempo que falta para levantar e ir trabalhar. Resumindo, uma noite acordado por pura paranoia.

Quando se chega a esse ponto, não adianta colocar a vassoura atrás da porta que a visita não sai. Não tem jeito, ela é uma encostada e folgada. Deita no seu sofá, pega o controle remoto e de quebra manda você buscar uma cerveja geladinha. E você, vai!

Não sei vocês, mas eu sempre tento alguns truques para driblar esse sentimento, que na maioria é em vão. Coloco umas músicas altas para distrair meu pensamento e não ouvi-los, mas quando vejo estou escutando Sam Smith ou Adele aos prantos por culpa de alguma paranoia que inventei, porque não se esqueça, ela vem junto com a ansiedade.


Depois de sofrer por nada me sinto aliviada, e procuro dar uma volta no parque. Quando menos espero, estou deitada embaixo de uma árvore pensando no meu “crush”. O dedo coça, a cabeça ferve e quando vejo já estou mandando uma mensagem atrás da outra sem paciência para a espera da visualização. E aí, aquele céu lindo e azul começa  ficar cinza e o olhar se transforma no da Tempestade de X- Man. É uma coisa louca.

A espera é uma palavra que não tem no vocabulário do ansioso. É muito difícil controlar isso. Nesse meio tempo, e pode ele ser curto ou longo, inventamos e criamos brigas na nossa mente. Começamos a achar que ele não gosta de nós, que fizemos algo de errado… E na verdade, não é nada.

E quando você menos espera, a bateria do celular evapora e então você corre para casa, conecta e nada da mensagem dele. E você começa a surtar cada vez mais pela sua impaciência.


Quando ele FINALMENTE abre a mensagem você já está mandando outra surtada e com raiva por nada e ele diz “estava em uma reunião”. E ainda descontrolada e descontente começa destilar paranoias e satisfações, e ele do outro lado fica sem entender o que aconteceu com você durante o dia.

Querendo ou não, isso desgasta. Brigar cansa e manter o controle da ansiedade também. Buscar o equilíbrio não é fácil, mas se quer que essa relação dê certo e prospere, comece a ocupar mais a cabeça com coisas construtivas e não destrutivas.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.