Quando a tempestade vier, tome um banho de chuva!

Quantas são as tempestades que criamos? Ou até mesmo aquelas em que nós mesmos nos colocamos? 

A felicidade em minha vida é como a tempestade no verão. Ela chega de repente e faz o coração bater mais forte, vai ficando suave e mansa, o céu vai abrindo novamente e tudo fica bem clarinho até que, surge algo mais bonito ainda. O arco-íris! Mas o segredo disso é a forma com que você olha para tempestade.
A vida pode pregar algumas peças, mas na maioria das vezes somos nós mesmos que nos colocamos diante daquelas situações desagradáveis. É como uma gangorra, se mantivermos o equilíbrio entre os dois lados, poderemos brincar e aproveitar o que ela pode nos proporcionar, mas se o peso for diferente e não houver um equilíbrio, a gangorra vai pender apenas para um lado e alguém não vai sair muito feliz da brincadeira.

Tudo sempre tem seus momentos bons, e ruins, e geralmente quem não tem predisposição para superar seu lado não tão agradável, dificilmente terá seus momentos bons! Afinal a energia emana conforme o que estamos pensando e sentindo.

Não se desgaste dedicando tanto tempo para as coisas ruins em sua vida. Os melhores momentos exigem atenção redobrada, para que não passem despercebidos em meio a tantas “tempestades” que você mesmo cria. Ou ainda que os outros coloquem você lá, é escolha sua ficar.

Na vida o que determina entre o ser e o estar é o tempo. Mas, ele não consegue fazer isso sozinho se não houver uma “vontade” da sua parte. Aquele sussurro que você nem percebe que dá, pode ser um pensamento, um comentário, um desejo, um sonho. Mas o fato de conseguir emitir isso como fonte de energia através de você, faz com que haja uma ação.

É a forma com que você encara essa tempestade que determina se o tempo será agora, amanhã ou talvez nem chegue.

Ao se colocar na tempestade e imaginar só o pior, paralisamos nossas ações e passamos mais tempo preocupados e imaginando o que podemos fazer, do que tomando atitudes para realmente sair da tempestade. Isso implica no agir e na ação do tempo para que o que desejamos aconteça.

Quando a tempestade vier, olhe para ela e diga: Eu vou tomar um banho de chuva! Arregace as mangas e lembre-se que toda ação gera uma reação. Sem ações a vida não sai do lugar e você pode morrer afogado.

Transforme seu olhar e então saberá como lidar com suas tempestades.


 



Deixe seu comentário