publicidade

Quando tudo parece dar errado – resiliência

Quando nos deparamos com alguma situação que nos causa desconforto e dor, que nos deixam perdidas, momentos de desespero, sejam financeiros, emocionais, profissionais ou de desentendimentos que nos levam a crer que nem deveríamos ter nascido, momentos que tendemos a nos isolar, e não é tão ruim, se for por pouco tempo, para colocar as ideias em ordem e os pensamentos em dia. Então, se depois disso, ainda se sentir incapaz de sair dessa vibração sozinho, não tenha vergonha de pedir ajuda. Quanto mais rápido você se conscientizar mais vantagens e aprendizado você terá.



Para que isso seja possível, precisamos desejar sair desse ‘abismo’, e começar a mudar nosso tom mental.

Já vivi este desespero que acabei de falar. Confesso que fiquei horas parecendo uma pateta, sem reação, até que desabei, chorei, me entristeci, perguntei o porquê. E nessa hora, coloquei em prática o que já disse em outro artigo GRATIDÃO É TRANSFORMAÇÃO, se você aceita o que não consegue mudar, seu coração encontra a paz e o ânimo para recomeçar.

É importante ter fé, acreditar que para tudo tem um propósito. Deus nos ampara e nos ama. Mas precisamos fazer nossa parte, confiar em Deus, pedir, mas também agir e agradecer!

Quando depositamos nossa confiança neste Ser Supremo, nossa fé fará a diferença. Ele colocará as pessoas necessárias no caminho e na hora certa. E a partir daí façamos a nossa parte com trabalho, dedicação e gratidão.


E isso não depende de religião, depende de ter confiança, esperança e bom ânimo, crer para ver, agir decididamente a mudar sua vida e seu futuro.

Quero deixar algumas dicas de, como se utilizando de pequenas atitudes você conseguirá  sair de uma cilada e de uma situação de frustração e dor para uma condição de paz e recuperação.


A esta força dá-se o nome de resiliência. A resiliência ‘é a capacidade que todos temos de nos recuperar de situações que parecem sem saída.

Se podemos receber as coisas muito boas, porque não receber as não tão boas e aprender com elas. Faça uma autoanálise. Em uma folha de papel escreva, primeiro todas as suas qualidades, suas capacidades, seus pontos fortes e o que as pessoas ao seu redor pensam positivamente de você, ao terminar esta lista, pegue outra folha de papel e escreva quais são seus defeitos, suas fraquezas e o que os outros pensam negativamente de você. Após isso, compare as duas listas e veja quais são os apontamentos que você mesmo fez.

E lembre-se: que da mesma forma que vemos nos outros os defeitos que temos, também vale para como nos veem.

Certamente você irá notar que sua lista ‘boa’ é maior que a ‘ruim’, então, olhe-se com mais amor, perdoe-se por desacreditar em si mesmo. Com tantas capacidades, seja grato e você terá a força motriz que movimentará para o alto sua vida. E este será seu exercício, a cada momento que se lembrar, repita um item bom do qual você possui ou deseja possuir e agradeça por ele – Obrigado, sou feliz, sou inteligente, tenho carisma, sei cozinhar, sou perspicaz, sou fiel, sou leal, faço tudo com amor, enfim, tudo o que você  é e pode ser. E você notará a diferença, seu tom mental irá subir e o Universo irá receber sua vibração de amor e luz e mandará de volta tudo o que você pedir e desejar a você mesmo.

Sei que deve ter pensado e, se, minha lista ruim, for maior que a boa. Não acredito que isso aconteça, porém, se acontecer. Lembre-se que os defeitos que vemos em nós, apenas mascaram o que temos de bom. E, se você está lendo este artigo é porque tem o desejo de mudança e é perfeitamente possível você mudar seu tom com os mesmos exercícios de autoestima descritos acima. Elogie-se, agradeça mentalmente e em voz alta por tudo e qualquer coisa, mude sua frequência e sintonize na esperança, na alegria, faça planos para o  futuro e acredite nele!

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.