Quando você se cansar, não se culpe! Pare e depois recomece. Vá firme, com o pensamento no alto, creia em você!



Quando a vida lhe chamar, escute-a. Veja se você se dá um tempo e se nivela com o coração.

Quando você sentir que tudo anda meio cabisbaixo, estranho, ou esquisito, não tenha medo, não se interpele tanto, vá em busca daquilo que lhe rouba o ar, que lhe dá paixão prazer, viço na alma e cor no tempo.

Vá absorver a luz vá ser um viajante de uma vida mais simples e majestosa de fé e esperança.

Quando alguém que o estima muito lhe procurar, seja receptivo (a), encante-se, converse, ria. Tome um café reconheça que você também precisa de tempo precisa de espaço e hora para viver seu destino.

Quando o coração pedir calma vá devagar, quando ele sentir seus sobressaltos, procure cuidar mais de si mesmo (a).

Ampare-se em sensações boas, ampare-se em que lhe oferece abrigo e caminho mais florido. Nem sempre o mar estará para peixe, mas, de repente, um único sorriso pode lhe dar a sensação de paz infinita, um único toque pode lhe contagiar e fazer com que você se sinta especial e único (a).

Não pague o mal com o mal e recuse qualquer imitação de sinceridade. Isso não existe. Só quem aflora quem se aproxima, quem chega perto da alma de outra pessoa sente o que ela vive, sente o seu momento de distração de pensamento mais firme, de aproximação de ser. Ela derruba muros, constrói pontes mais firmes.

Não se desespere porque nada é tão constrangedor do que você se fazer de vítima sendo que as opções para qualquer solução de adversidades estarão à sua frente mesmo que você busque algo que ficou lá atrás em um passado mais doído ou feliz.

Quando você se cansar, não se culpe, pare e depois recomece.  Quando estiver a fim de acabar com tudo que lhe causa ruína, acabe.

Não faça festa para quem não lhe vê. Não subestime sua capacidade de avançar cada vez mais revigorando o seu eu.

Você é dono de si mesmo (a), merece chances, merece oportunidades, merece aquele dia em que Deus o chama para uma conversa a sós e lhe mostra o caminho do porvir.

Quando pessoas de bem desejarem coisas maravilhosas a você, acredite, elas acontecerão. Seja solícito (a), seja capaz de agradecer as benesses que chegam e estimulam o seu espírito.



Não se largue, não se abandone. Crie, recrie, invista em seus dias com amor, com coragem, com mais disposição interna.

Não odeie, não se vingue e nem se rebele caso as coisas não derem certo, ou, se alguém lhe deixar e partir. Todo mundo um dia se parte, todo mundo um dia se junta e recomeça.

Coloque a cabeça no travesseiro. Chore, se tiver que chorar; converse, se precisar de verdade de algum ombro sempre pronto a estar contigo.

Quando a vida passa a ser item primordial, você se torna menos ofensivo (a), mais inteiro (a), mais livre para escolher o seu destino, sem tantos roteiros, frases feitas ou atitudes irrelevantes. Você passa a ser o (a) protagonista do seu caminho.

Caso você consiga asas imaginárias, sobrevoe tudo aquilo que ainda precisa fazer.

Quando a vida lhe disser: venha cá, que eu o levo, vá firme, vá com o pensamento no alto, mesmo sabendo das suas incertezas.

Escute-se mais, sinta mais. Creia em você!


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: gdolgikh / 123RF Imagens






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.