AutoconhecimentoOsho

Quando você se julga…

borb

Essa é uma maneira de permanecer o mesmo… Esse é um truque da mente.



Ao invés de compreender, a energia começa a se mover para a condenação.

A mente é muito esperta: no momento em que você começa a perceber algo em você, a mente salta sobre aquilo e começa a condenar. Agora toda a energia se torna condenação, então a compreensão é esquecida, posta de lado e sua energia se move para a condenação… E condenar não pode ajudar. Isso pode lhe deixar depressivo, pode lhe deixar com raiva, mas depressivo e com raiva, você nunca muda. Você permanece o mesmo e você entra no mesmo círculo vicioso nova e repetidamente.


Compreensão é liberação.

Assim, quando você vir um certo fato em você, não há nenhuma necessidade de condenar, não há necessidade de se preocupar.

A única necessidade é olhar para ele profundamente e compreendê-lo. Olhar para ele, tentar se mover em torno dele, olhando de todos os ângulos...

Se você condenar, você não pode olhar, não pode abordá-lo de todos os ângulos. Você já decidiu que aquilo é ruim; sem dar àquilo uma chance, você já julgou.


Escute o fato, penetre-o, contemple-o, durma sobre ele e quanto mais você for capaz de observá-lo, mais você se tornará capaz de sair fora dele. A habilidade de entender e a habilidade de sair fora, são apenas dois nomes para o mesmo fenômeno.

borb

Se compreendo uma certa coisa, sou capaz de sair fora dela, ir além dela.


Se não compreendo certa coisa, não posso sair fora dela. 

Mas a mente vive fazendo isso com todos; não é somente com você. Imediatamente você salta e diz: “Isso está errado, isso não devia estar em mim. Eu não mereço. Meu relacionamento está errado. Isso está errado e aquilo está errado.” E você se sente culpado. Agora toda a energia está se movendo para a culpa.

Se você quiser livra-se disso, a primeira coisa é esta: não se julgue.


Aceite humildemente sua imperfeição, seus fracassos, seus erros, suas faltas.

Não há nenhuma necessidade de fingir outra coisa. Seja você mesmo:É assim mesmo que eu sou, cheio de medo. Eu não posso andar na noite escura, não posso ir lá dentro da floresta…”. O que há de errado nisso? – é humano.

Uma vez que você se aceite, você será capaz de aceitar os outros, porque você terá um clara visão interior de que eles estão sofrendo da mesma doença. E a sua aceitação deles, os ajudará a aceitarem-se.

Nós podemos reverter todo o processo: aceite-se. Isso o torna capaz de aceitar os outros. E porque alguém os aceita, eles aprendem a beleza da aceitação pela primeira vez – quanta tranqüilidade se sente! – e eles começam a aceitar os outros também.


Osho

Nunca mais deixe o medo consumir sua energia!

Artigo Anterior

O que são chakras?

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.