Quanto mais temos contato com as plantas, mais fortalecemos nossa saúde mental!

As plantas são grandes aliadas da nossa saúde física e mental. Manter contato diário com elas contribui muito para estarmos sempre em nossa melhor forma!



Dificilmente encontramos uma pessoa que não gosta de plantas. Além de serem pura expressão da beleza e do poder da natureza, as plantas ajudam-nos a manter nossa saúde em dia, renovam o ar de nossas casas e nos promovem grandes benefícios diariamente.

É fato que, nos ambientes urbanos, as plantas podem ser cada vez mais esquecidas e substituídas por aparelhos eletrônicos ou grandes construções, mas fazer delas parte de nossa vida e dedicar um tempo para estar em contato com essas joias da natureza podem contribuir muito para melhorar nossa qualidade de vida.

Abaixo apresentamos uma lista que prova que o contato diário com as plantas é uma ótima maneira de manter nossa saúde mental fortalecida.


Essas dicas foram publicadas em um artigo do Psychologic Today e convencerão você a colocar mais plantas em casa e aproveitar o seu poder para viver melhor. Confira!

1. Cuidar das plantas ajuda-nos a desenvolver um senso de responsabilidade

As plantas precisam de nosso cuidado e dedicação para que possam permanecer vivas e saudáveis. Ter plantas nos ajuda a desenvolver uma rotina de responsabilidades e também nos ensina que devemos cuidar de todos os presentes que a natureza nos fornece diariamente e respeitá-los. Isso nos torna pessoas mais conscientes.


2. Uma rotina de jardinagem nos mostra que somos importantes

As plantas não se importam com nossa aparência ou preferências, prosperam através do cuidado de qualquer pessoa disposta a se dedicar a elas. Por isso a jardinagem pode ser de grande ajuda para aqueles que sofrem com julgamentos e maldade alheias, porque os faz reconhecer o seu valor.



3. O cuidado com as plantas nos mantém conectados a outros seres vivos

Ter plantas ao nosso redor nos lembra de que não somos o centro do Universo, e que quando sabemos nos conectar de forma saudável com outras formas de vida, somos preenchidos com muito mais alegria e senso de propósito. A autoabsorção pode contribuir para a depressão e o foco no ar livre – mesmo na forma reduzida de um pátio – pode nos encorajar a ser menos insulares.

Um estudo concluiu que, para as pessoas que vivem em unidades de saúde mental e prisões, a natureza social da jardinagem em grupo é benéfica, porque se concentra em habilidades e aspirações coletivas, e não em sintomas e déficits individuais. Além disso, a prática também ajuda a manter as pessoas vulneráveis ​​dentro dos limites, literal e metaforicamente, permitindo que elas se sintam seguras ao mesmo tempo em que expandem seus horizontes.


4. Jardinagem nos ajuda a relaxar e deixar ir

As plantas, ao contrário das pessoas, são calmas e silenciosas. Como disse Freud: “As flores são tranquilas de se olhar. Eles não têm emoções ou conflitos”, por isso cuidar delas nos traz um sentimento de paz e propósito. Quando estamos com as plantas, afastamo-nos dos problemas do dia a dia e das relações, e conseguimos clareza mental e inspiração para nos concentrar no que realmente importa e conquistar nossa felicidade.


5. Trabalhar na natureza nos traz felicidade

De acordo com um artigo escrito pela Ph.D Loretta Graziano Breuning para o Psychologic Today, o contato direto com a natureza libera quatro substâncias químicas que contribuem – e muito – para a nossa felicidade: endorfina, dopamina, ocitocina e serotonina. E como a felicidade não é demais para ninguém, faz muito sentido termos contato diário com as plantas para nos sentir ainda melhores com as nossas vidas.

A natureza é parte fundamental de nossas vidas, e as plantas são uma de suas representações mais belas e valiosas para nós.

Estabeleça uma rotina de contato com as plantas e colha grandes benefícios para a sua saúde!

Compartilhe as dicas em suas redes sociais!

 

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.