Quanto mais você faz, mais oportunidades se abrem para você!



“Estamos aqui por um curto período de tempo. Divirta-se. Faça o seu melhor. Seja autêntico.” ~ Jeff Bridges

Ontem, uma estudante de intercâmbio chinesa que hospedamos há dois anos me enviou uma mensagem dizendo que sua mãe gostaria de convidar minha família para visitá-los em Nanjing – e ela pagaria por nossas passagens e nos deixaria ficar em sua casa de férias.

Claro que eu contei a todos que conheço (é a China, vamos!), e todos eles disseram: “Você é tão sortuda!” E é verdade … temos sorte.

No entanto, há mais em nossa sorte do que, bem, sorte. Receber oportunidades surpreendentes é um resultado de sair e viver a vida ao máximo.

A viagem para a China é um exemplo: desde 1997, hospedamos quatorze estudantes de intercâmbio por períodos de tempo que vão de um mês a todo um ano letivo.

Nossos amigos e parentes sempre pensaram que somos loucos, por assumirmos a inconveniência e despesa. (Não, você não é reembolsado por hospedagem.)

Mas consideramos hospedar estudantes como parte de nosso dever cívico, pela diversão e pela boa oportunidade de aprendizado para nosso filho, que agora tem sete anos de idade.

Nosso filho viveu com estudantes que vindos de todo o mundo – da Coréia do Sul à Ucrânia e França – desde que tinha um mês de idade.

Então, essa viagem paga à China é sorte, ou um resultado natural de hospedar quatorze adolescentes estrangeiros durante anos?

Outro exemplo: Nós nos entretemos muito, realizamos noites semanais de jogos de tabuleiro para dez a doze jogadores em nossa casa. Fizemos grandes esforços para hospedar essas noites de jogos – incluindo gerenciar um grupo, fornecer bebidas, fazer malabarismos na rotina de dormir com o filho na noite dos jogos, e até mesmo ter nossa garagem convertida em sala de jogos de tabuleiro.

Nós nos tornamos bons amigos de uma família que conhecemos através deste grupo, e como presente de aniversário para mim, na semana passada eles se ofereceram para pagar aulas de tango para eu meu marido.

Tango! Eu nunca teria pensado em aprender tango se não tivéssemos encontrado essas pessoas, e se elas não tivessem nos oferecido essas aulas. Mesmo que não esperássemos nada de nosso grupo de jogos, além de momentos divertidos, temos uma nova oportunidade de fazer algo divertido e emocionante que vai ampliar nossos limites – de uma boa maneira.


Comecei a pensar sobre isso mais e mais, e o conceito é: Quanto mais você faz, mais oportunidades são abertas a você.

“Fazer mais o que?”

Fazer mais significa coisas diferentes para pessoas diferentes, mas é sobre aprender, expandir e experimentar coisas novas.



Para alguns, isso pode significar ajudar na cozinha ou aprender uma nova língua, enquanto para outros pode significar começar uma prática de meditação ou formar um clube de leitura.

Viajar, aprender uma nova habilidade, ser voluntário, juntar-se a uma nova equipe no trabalho, se divertir, escrever, criar… é tudo válido. Apenas não caia na armadilha de simplesmente aumentar a intensidade ou frequência do mesmo – tente algo novo.


“Como funciona?”

Eu não posso dizer com certeza, mas posso teorizar. Meu sentimento é que, quando você faz um esforço para tentar coisas novas e expandir sua experiência de vida, o universo – e até mesmo seus amigos –  veem que você está aberto e pronto para oportunidades mais incríveis e se apressam para fazer essas oportunidades acontecerem .

Afinal, quem você convidaria para se juntar a você em uma aula diferente, ou para montar um negócio – o amigo que está pronto para qualquer coisa, que você viu participando de todos os tipos de eventos, competições e atividades? Ou o amigo que se priva de novas experiências e adere a mesma rotina todo ano?


“Isso soa caro.”

Pode ser, se você quiser, mas não tem de ser. O voluntariado é gratuito. Você pode iniciar um novo negócio ou organização de voluntários com um site WordPress por muito pouco.

Estas (e muitas outras atividades) criarão experiências de ligação, memórias e oportunidades para fazer ainda mais – tudo sem gasto excessivo.


“Mas espere … Isso não é o oposto do não-apego?”

Se você está fazendo esforços para experimentar mais, criar mais e fazer mais, isso não significa que você está se agarrando, se apegando, obcecado com o futuro e, geralmente, não satisfeito com o seu eu atual?

Pode ser, mas há uma maneira de experimentar mais e criar novas oportunidades sem ficar presa ao apego: Vá atrás de tudo o que você sempre quis experimentar e criar – mas desfrute da jornada enquanto faz isso, e tente não se conectar ao resultado.

Mesmo que todos os seus planos vão mal, você ainda tem as memórias, e os resultados de seu trabalho duro. É o fazer que importa, não os resultados.

Quer abrir-se a oportunidades positivas e surpreendentes hoje? Pense em algo que você sempre quis fazer – seja aulas de bateria, completar um triatlo de curta distância, ou hospedar uma reunião de família gigantesca – e dê o primeiro passo rumo a esse objetivo agora mesmo, antes de sua mente “lógica” dizer-lhe todas as razões pelas quais isso não é possível.

Depois de fazer isso, compartilhe suas experiências nos comentários abaixo!

____

Traduzido pela equipe de O Segredo – Fonte: Tiny Buddha






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.