CrônicasO SegredoRelacionamentos

Que bom que a gente não deu certo!

Estava vendo suas publicações no Facebook e parei para pensar: como minha vida, meus sonhos e pensamentos mudaram tanto nesses anos em que estivemos separados e como seu mundo ainda é o mesmo, igualzinho o de antes, com as mesmas questões e frases prontas, as fotos idênticas e nos mesmos locais.



Ainda bem que não demos certo. Afinal, eu jamais iria querer estar hoje vivendo a mesma coisa que eu vivia há 5 anos, com alguém sem qualquer perspectiva de vida além dessas de chegar ao fim do dia para estar no bar com amigos.

Seus relacionamentos sempre terminaram pelos mesmos motivos, e você sempre agiu ao fim de cada um deles do mesmo jeito: indo encher a cara no bar, enquanto reclamava que mulher é tudo igual, sem se atinar para o fato de que sua vida é igual desde sempre e que, pelo visto, nunca mudará. Sabe? Não é que eu recrimine seu modo de viver, sem sonhos e sem almejar nada além do que já tem hoje, não. Só que eu nunca quis isso para mim. E quando me apaixonei por você, era por ver em você o cara mais inteligente da turma, o que se arrumava melhor e o que, provavelmente, teria mais sonhos e, claro, que os buscaria.

Entendo quando a gente tenta e não consegue melhorar de vida, entendo que soframos rasteiras do mundo. Mas com você é nitidamente diferente: você não saiu do lugar porque nunca tentou sair do lugar. Por comodismo, por achar que ter alguém é apenas encaixá-la em sua rotina de trabalho e bar. Alguém que te receba com o jantar pronto e com lingerie sexy, sempre sorrindo e feliz, sem querer nunca mais do que isso.


Então, para mim, não dá. Não daria. Não deu. E ainda bem, pois hoje ainda estou quebrando cabeça, batendo em portas que se fecham, mas tentando. Todo dia, cada dia mais e não poderia ter comigo alguém me segurasse para sempre na mesma vidinha pacata, sem me permitir querer explorar todos os meus potenciais. Talvez por isso seja tão fácil soltar um suspiro de alívio no fim do dia. Porque cheguei à conclusão de que nem todo fim é triste, nem todo relacionamento tinha que ter durado pra sempre. No fim de mais um dia, quando encontro algum vestígio seu por aí, respiro aliviada. Que bom por isso, que bom que a gente não deu certo.

Carinhosamente,
Sua ex.

______________


Postado Originalmente em: Entre Todas as Coisas

É possível ser feliz repetindo roupa!

Artigo Anterior

Será que eu tenho toc?

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.