ColunistasMotivaçãoQualidade de vida

Que eu sempre traga à memória aquilo que me dá esperança…

Somos o resultado de nossas escolhas, e estás determinam nosso presente e futuro. No entanto, não podemos ser vítimas de possíveis erros que tenhamos cometidos, e, consequentemente, dos possíveis sentimentos negativos gerados por essas memórias.



Nossos erros não devem ser limitadores, mas sim motivadores de novas percepções, de novas buscas, novas saídas para que possamos experimentar novas vivências, e criarmos novas experiências.

Lembranças, nada mais são, do que a memória se manifestando sobre o resultado de determinada ação, que você desempenhou no passado. Elas não são o resultado predeterminado de toda e qualquer ação semelhante que você venha a tomar (decidir) no presente ou no futuro.

queeusempretragaàmemoria001


Isso, porque o tempo passa, as pessoas mudam, nossos valores mudam – se transformam, são adicionados e subtraídos, trocam de ordem (de prioridade). E, dessa forma, você já é uma pessoa bem diferente daquela que vivia em suas lembranças.

Use suas memórias como um filme, que vale a pena ser visto e revisto muitas vezes. Divirta-se e tire os melhores aprendizados, analise de diferentes ângulos, se permita novas perspectivas sobre um mesmo tema, ou situação.
Transforme suas lembranças tristes em momentos alegres, felizes – tudo tem um lado positivo. Deixe sua memória trabalhar a seu favor, lhe trazendo a mente àquilo que lhe dá esperança, renova suas expectativas e fortalece suas perspectivas.queeusempretragaàmemória002

É a sua vida, pegue leve com você mesmo(a). Não se cobre, ou culpe – aposente o chicote – o passado é só uma referência, não uma sentença.


Lembre-se, todo o dia é uma oportunidade para um novo começo. Só depende de você – o que você irá escolher?!

Quase amor…

Artigo Anterior

Talvez um dia eu te esqueça…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.