Animais

Quebraram suas pernas para que os turistas tirassem fotos dele

capafacebookQuebraram suas pernas para que os turistas tirassem fotos dele
Comente!

Leão espancado por cuidadores e deixado para morrer é resgatado.

A prática de exploração animal acontece no mundo há séculos, cujo objetivo é satisfazer interesses humanos, que os submetem a várias atividades exploratórias em locais como zoológico e circo, além de entretenimentos nada ortodoxos, como a caça.

O zoológico surgiu há mais de 5 mil anos e, a partir do século 21, vários protestos contra esse tipo de atração turística acontecem em muitos países por conta das constantes notícias de maus-tratos. Alguns lugares ainda costumam utilizar os animais selvagens para atrair turistas, como pequenos parques e cidades do interior.

O caso triste que apresentamos hoje aconteceu em uma pequena cidade rural da Rússia, onde o lindo leão nomeado pelos responsáveis pelo resgate como Simba foi encontrado em severas condições físicas e ferimentos expostos. Seus abusadores fraturaram as pernas traseiras do animal para ele não escapar das fotos tiradas pelos visitantes da cidade.

Simba foi crescendo e, conforme aprendia a se defender das agressões, seus responsáveis o puniam, deixando-o sem se alimentar por vários dias, além de o espancar constantemente. Após um bom tempo, o animal deixou de ser atraente para as fotos por conta da péssima qualidade de vida que levava. Seus pelos caíram, ficou muito magro e deprimido, e por conta das constantes agressões, sua coluna vertebral foi fraturada.

2Quebraram suas pernas para que os turistas tirassem fotos dele

Direitos autorais: Reprodução.

Os responsáveis pelo local onde acontecia esse crime resolveram deixar o animal em um galpão abandonado, pois o animal já não tinha nenhuma serventia para eles. Simba estava totalmente desnorteado, fraco e debilitado quando foi deixado para morrer naquele local, mas alguns moradores que encontraram o leão ligaram rapidamente para um resgate e conseguiram salvá-lo a tempo.

O presidente da Rússia, Vladmir Putin, quando soube da informação do resgate, ficou perplexo e comovido com a situação, abrindo imediatamente uma investigação para apurar e encontrar os responsáveis pelo crime contra o felino.

Segundo o site americano Daily Mail, Yulia Agaeva chefiou a operação de resgate do animal e o levou diretamente ao veterinário Karen Dallakyan, especialista em animais de grande porte. O veterinário russo realizou uma cirurgia na coluna de Simba, devolvendo-lhe a mobilidade necessária.

A recuperação de Simba no instituto do veterinário durou em torno de sete meses. Depois de a comovente história percorrer jornais nacionais e internacionais, mais de 30 lugares ofereceram abrigo ao leão, e Yulia Agaeva revela que foi decidido que Simba será encaminhado para a Tanzânia, na África. Eles estão arcando com todos os custos do transporte para ele ficar perto da natureza e de outras raças de animais da região, e complementa: “O centro de reabilitação que selecionamos emprega médicos altamente treinados, gentis e amantes dos animais, que cuidarão de Simba 24 horas por dia, sete dias por semana”.

3Quebraram suas pernas para que os turistas tirassem fotos dele

Direitos autorais: Reprodução.

O espaço da nova casa de Simba tem o intuito de devolver o estilo de vida recomendado para um animal do porte dele, onde não há nenhum tipo de barreira que impeça o animal de caminhar, embora os médicos afirmem que será difícil o leão conseguir caminhar por vários quilômetros, pois ele ainda tem muitas sequelas emocionais e físicas da barbárie que sofreu.

No Brasil, o presidente Jair Bolsonaro sancionou recentemente uma lei para aumentar a pena referente aos maus-tratos de animais. O cidadão que cometer esse tipo de crime deverá pegar uma pena de dois a cinco anos de reclusão e ainda pagar uma multa. Antes dessa lei, quem cometia tal ato deveria cumprir apenas detenção de três meses a um ano, além de pagar uma multa determinada pelo governo federal.

Comente!

Dupla formada por irmão de Marília lança música com a cantora; ouça

Artigo Anterior

Saiba se é uma pessoa insegura: diga o que você enxerga nesta figura!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.