ColunistasReflexão

Quebre o pacto com o fracasso!

Quebre o pacto com o fracasso.

Há muito tempo atrás, li um livro do autor Paulo Coelho em que ele dizia que alguns de nós temos um pacto com o fracasso.



Ao meu ver, algo como que se em algum momento fizemos ou nos sentimos culpados de algo, ou são karmas passados e passamos a vida achando que estamos pagando por isso.

Quando acontece algo de bom, ficamos ali à espreita esperando quando vai acabar, o que vai dar errado em seguida. Ficamos desejando secretamente que dê errado logo, para que possamos relaxar, porque estamos acostumados ao erro, ao fracasso, ao sofrer.

Eu sei, parece loucura, quem iria querer sofrer? Fracassar? Mas, pense bem…


Você nunca se sabotou?! Nunca usou a desculpa “ah, não vale a pena, tinha quer ser” ou o “depois eu faço, depois eu estudo, depois eu cuido” e quando tudo estava bem certo, alinhado você foi lá e….”thanannnn”… fez o que sabia que ia fazer, porque você estava esperando errar, estava aguardando tudo bagunçar, terminar.

E depois diz que não tem sorte, que faz tudo errado sem querer, que a vida que te fez assim!

Então, quem sabe hoje você aproveite e quebre esse ciclo, este pacto?!

Para tomar as rédeas da sua vida, para parar de se sabotar? Seus relacionamentos, seu emprego, sua dieta, seus estudos, sua existência?!


Chegue em sua casa, tome um bom banho, relaxe e converse com o universo, (se precisar de um “clima”, acenda uma vela, um incenso) diga em alto e bom som: hoje o pacto está quebrado, não sou e não me sinto culpado, não tenho nada a pagar, daqui em diante, aceitarei grato e merecedor, toda a felicidade e dádiva que receber. E que assim seja e assim se faça!

Sinta-se liberto, viva liberto e quando quiser recair, lembre-se: você é que tem as rédeas da sua vida, você é um ser de luz e nasceu para ser feliz!

Desde já, agradeço pela oportunidade, só de saber que lerão, eu  já me sinto feliz.

___________


Direitos autorais da imagem de capa: spotpoint74 / 123RF Imagens

Você escolhe seus relacionamentos e como se sentir com eles.

Artigo Anterior

“13 reasons why”: você estaria na fita de alguém?

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.