Quem é carente e chato não ama, só suga e reclama

Quando ficamos carentes assim, ficamos chatos e não conseguimos amar. Você e só você pode se preencher. Por isso a base de uma vida boa é amor-próprio. Você precisa se amar e se aceitar. Ficar feliz consigo mesmo. 

Não dá certo querer se preencher exigindo amor dos outros. Quando ficamos carentes assim, ficamos chatos e não conseguimos amar.

Como que isso acontece? Como superar?

Como lidar com pessoas assim?

Vamos ver isso aqui.

Veja aqui meu vídeo sobre este tema: 

 

Quando não nos preenchemos, buscamos ser preenchido por outros. Achamos que nossa carência será suprida pela energia e atenção dos demais. 

Só que isso não existe. Você e só você pode se preencher. Por isso a base de uma vida boa é amor-próprio. Você precisa se amar e se aceitar. Ficar feliz consigo mesmo.

E se você já conseguiu ativar sua espiritualidade, então poderá também sentir-se amado e preenchido por Deus.

Agora quem não faz isso, suga os outros. Já experimentou isso, não é? A pessoa nunca se satisfaz e você fica com aquela sensação ruim de cobrança contínua. Nada que você faz é suficiente. Sempre precisa mais.

E isso faz a pessoa ficar chata. O oposto do que ela quer acontece! Quer tanta atenção, demanda tanto reconhecimento, que se torna chata e afasta as pessoas. 

Isso é fruto de uma mente oca. Uma vida sem rumo, sem propósito. A solução está em buscar o dharma, buscar o propósito.

Aqui um playlist sobre o importante tema de dharma, para você achar e entender seu propósito:

Quando você se encontra, entende sua essência, você encontra seu caminho. Isso o deixa firme e seguro. Você sabe o que fazer, sabe porque está vivo e aproveita cada minuto para viver sua essência. Você se ama e ama a vida.

Assim, você vai emanar amor e, naturalmente, as pessoas sentirão atração por você. Você estará vivendo sua vida e aí fica gostoso interagir com outras pessoas vivendo com plenitude suas vidas. 

Seu amigo,

Giridhari Das


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: na2xa / 123RF Imagens



Deixe seu comentário