Quem é você no grupo? Existe alguma forma melhor para ser “eu mesmo”?



Sabe aquelas pessoas que se destacam em um grupo, cuja presença é notada de forma positiva sempre, que têm presença?

Essas pessoas geralmente não passam despercebidas e costumam ser chamadas para eventos, relacionam-se com pessoas importantes e têm alguma influência nos lugares onde estão.  Elas nos lembram aquele ditado “quem não é visto não é lembrado”.

Se você não é uma dessas pessoas, já deve ter se perguntado: “O que elas têm de tão especial que faz com que sejam tão atraentes?” “ Como elas conseguem chamar atenção de forma tão positiva sem serem inconvenientes ou passarem vergonha?” “Onde se aprende a ser assim?”

Mesmo os não tímidos têm dificuldades de compreender como se destacar num grupo. Como ser visto por um superior, pelo chefe? Como chamar a atenção de uma pessoa que é referência para você?

Muita gente, ao tentar sobressair num grupo, acaba metendo os pés pelas mãos, passando por situações, inclusive, constrangedoras. A ideia de chamar atenção deve, por isso, sempre estar aliada ao bom senso, a um objetivo claro e principalmente à fidelidade aos próprios valores.

Parece um clichê vazio, mas tudo que você precisa para se destacar já veio com você: seus talentos, habilidades, personalidade por si só são suficientes para atrair a atenção certa. Então, basta ser você mesmo.

Existe alguma forma melhor para ser “eu mesmo”?

Autenticidade é uma característica, por exemplo, muito bem vista no geral. Pessoas autênticas são aquelas que têm personalidade e não imitam outras ou fingem gostar de coisas que não lhe agradam. Ser autêntico numa sociedade globalizadas e extremamente cultuadora de padrões é uma qualidade rara! Portanto, não tenha medo de investir nisso!



Mas é claro que, se você tem defeitos que o impedem de crescer, você deve tentar superá-los e isso não é negar quem se é. Isso é inteligência emocional, humildade, reconhecimento de que ninguém nasce pronto. Contudo, enquanto você trabalha nas suas falhas, para atenuá-las, ou até mesmo extingui-las, que tal investir nos pontos fortes?

Se ser você mesmo é a melhor opção, então seja a sua melhor versão! Melhore suas habilidades, faça cursos, comece um processo de coaching para atingir seus sonhos, invista no que você tem de bom!

Essa, certamente, é uma forma que, seguramente, fará você se destacar e gostar mais de si mesmo!

_____________

Direitos autorais da imagem de capa: Dayne Topkin on Unsplash






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.