4min. de leitura

Quem fala demais dos outros certamente tem algo a esconder sobre si mesmo

Você já conheceu uma pessoa que parece só saber falar sobre a vida alheia?


Não importa onde vocês se encontram ou como a conversa começa, quando ela percebe que está ficando pessoal demais, sempre encontra uma maneira de colocar a conversa em outra direção, normalmente incorporando coisas da vida pessoal de outra pessoa, que nada tem a ver com o que estavam falando no começo?

Provavelmente sim, todos nós já tivemos alguma pessoa como essa por perto. Elas sempre fazem questão de desviar de qualquer pergunta que soe minimamente íntima e colocam como foco principal de todas as suas conversas a privacidade de outro alguém.

Esse é o tipo de atitude característica daqueles que possuem algo a esconder sobre si mesmos.


Essas pessoas certamente não possuem confiança e segurança em si mesmas, não estão confortáveis com suas vidas e não sabem como se abrir para construir novos relacionamentos.

Essas pessoas possuem um coração muito fechado e acreditam que se mostrar vulneráveis aos outros é um sinal de fraqueza, por isso sempre tentam se manter afastadas de qualquer conexão verdadeira. Elas usam as fofocas como uma maneira de se proteger de qualquer aproximação mais íntima.

Às vezes, o que têm a esconder não é nada realmente grave. Pode ser um trauma da infância, que as acompanha até hoje, um medo de amar e se entregar a alguém, a desconfiança que sentem até mesmo das pessoas mais próximas e a vergonha de admitir que muitas vezes não sabem o que fazer com as próprias vidas.

As pessoas falam demais dos outros porque não sabem o que falar de si mesmas, não se conhecem e não confiam o bastante para se permitirem ser vistas como realmente são.

Falar da vida alheia é o seu mecanismo de defesa, é a maneira que encontraram para não se aproximarem verdadeiramente de alguém e manter seus problemas e inseguranças apenas para si.


Apesar de o comportamento dessas pessoas ser por muitas vezes irritante e provocativo, devemos manter em mente que é fruto daquilo que existe em seu interior, de suas questões internas. Os discursos, por vezes tóxicos, e a necessidade de exaltar as falhas alheias é apenas uma maneira de esconder as suas próprias.

Não precisamos nos manter por perto dessas pessoas, pois sua energia negativa é contagiosa, mas devemos compreender que suas palavras são a representação de um coração inseguro e não refletem a realidade.

Quem fala demais dos outros certamente tem algo a esconder sobre si mesmo. Se você sentir que vale a pena, ajude essas pessoas a se abrirem mais e a se libertarem da prisão interior em que vivem.

Entretanto, se mesmo fazendo a sua parte elas continuarem com esses comportamentos, apenas deixe quieto e siga a sua vida, é o melhor que pode fazer.


Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.


Direitos autorais da imagem de capa: Pixabay.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.