Quem quer, encontra uma forma. Não se engane, siga adiante, sem desculpas!



Não tenha mais desculpas! Como todos bem sabem, “quem quer, encontra uma forma; quem não quer, uma desculpa”.

Quem não quer, sabe bem dizer “contudo, entretanto, porém…”, em forma de abreviar algo, normalmente por receios infundados e temendo que o novo possa ser alcançado.

A humanidade tem a lamentável e retrógrada tendência de se intimidar diante dos novos desafios, pois não sabe o que haverá do outro “lado da porta”. “Contudo, entretanto, porém…”, vale a pena arriscar!

A vida é uma constante de desafios, e são estes que fazem a vida terrestre valer a pena!

Não viva de rodeios, pois estes serão em vão, ou pior, tornar-se-ão uma grande perda de tempo, num mundo sem tempo. Não se engane; siga adiante, sem desculpas!

O planeta dá voltas e mais voltas, voltas em si também, voltas aparentemente incessantes, mas você não poderá dar mais voltas do que a Terra, pois esta tem mais tempo de vida, se comparada a sua, ao extremo fugaz.

A fugacidade desta vida é o impulso que deve se ter para viver o hoje, como se não houvesse amanhã, pois quando o presente for empurrado para a frente, pela força temporal e, em sendo alcançado o limite desta vida, rumo à vida ilimitável, não haverá mais tempo para nada. Os seus momentos de fuga e, assim, do “contudo, entretanto, porém…”, tornar-se-ão momentos de arrependimento, “contudo, entretanto, porém…”, há tempo para mudar, ainda que ele seja ínfimo!

Assim, tenha uma vida com menos desculpas, menos postergações; viva uma vida, com mais “por que não?”, “o não eu já tenho” ou “eu dou um jeito” e, acima de tudo, “eu tenho fé!”.



A vida, a cada milésimo de segundo que passa, desfaz-se e o tempo acompanha o seu ritmo, “contudo, entretanto, porém…”, no seu sentido positivo, você tem o “agora em suas mãos”, instrumento este reconhecido como o mais poderoso do seu tempo, portanto, não adie mais!

Vá atrás do SIM, mesmo com os diversos “NÃOS” que tentarão fazê-lo cair!

Contudo, entretanto, porém… VIVA A VIDA, jamais sobreviva!


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123RF Imagens.






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.