Quem realmente gosta de você ouve o que você tem a dizer e respeita sua opinião

5min. de leitura

As pessoas têm a capacidade de se importar com o que está acontecendo na vida das outras, quando realmente gostam delas.



Quem gosta de você o ouve. Não se engane em tentar mudar tudo de você por outra pessoa; que, assim que ele ou ela acabou com você, você pensa que deve emagrecer ou mudar algo porque dessa forma o outro alguém vai voltar. Às vezes, apenas acabou. E deve estar tudo bem. Não comece um martírio por isso.

Não adianta pensar que o defeito era com você, se o outro não quis ouvi-lo, se o outro alguém não lhe disse por que estava indo embora e só deixou confusão em sua mente, se não existiu a oportunidade de um ouvir a verdade do outro. Não podemos supor o que o outro pensa, ninguém está na mente de ninguém, por mais próximos que sejamos. As coisas são o que são.

Se a outra pessoa foi embora, não adianta você se diminuir, comparando-se com a nova pessoa que está na vida dela.


Às vezes, o amor tem conflitos, tem ajustes, tem sugestões, queremos o melhor e somos alunos e professores dos nossos parceiros, sim. Às vezes, seguramos na mão e dizemos o que não está bem, e também podemos gostar disso, afinal somos amigos de quem amamos, além de tudo.

Mas, quando não há respostas aos motivos do término, por favor, não cause um martírio, estragando as qualidades que você tem e que venham a ser especiais, no futuro, para quem realmente gosta de você.

Não pense que terminou por causa de fofoca, porque só o envenena quem nunca gostou de você, quem nunca o ouviu e respeitou você primeiramente.


Não pense que foi por causa de sua aparência, porque se esse alguém ainda amasse o seu coração, as coisas seriam explicadas.

Não pense que foi porque você se doou demais, comprou-lhe presentes demais e, quando precisou, quem você amava não estava aí. Se fosse amor, você não precisaria deixar de ser você e ter cansaço tentando provar seu amor com coisas apenas materiais.

As pessoas oferecem o que têm de sobra. Quando você oferece mais do que pode aguentar, isso não é amor, porque falta amor-próprio em você. Um amor verdadeiro pode nascer de um coração partido, mas nunca de um coração que não se ama suficientemente.

Quem realmente gosta de nós faz o sentimento ser leve, e nós entendemos que é recíproco e não precisamos prová-lo a ninguém. Você não precisa provar mais do que o necessário. Vocês se entendem além dos olhares, porque a energia está em equilíbrio. E ambos caminham em sintonia. A sincronicidade acontece.

Quem realmente gosta de você sente sua energia, mesmo não sendo um espiritualista ou místico. As pessoas têm a capacidade de se importar com o que está acontecendo na vida das outras, quando realmente gostam delas.

Não coloque defeitos em você, por favor, não comece um martírio por vingança, porque, acredite, não é isso que vai fazer a outra pessoa voltar para você.

Se algo começa de maneira superficial, também morre pela superficialidade. As coisas duram o tempo que devem durar, quando esgotamos os nossos esforços.

Se for a verdade dos sentimentos, isso prevalecerá e será pelos risos, pela história que formaram juntos, pela energia que atrai um ao outro ainda, pelo elo que existe além dos corpos, algo que o tempo explicará.

Mas nunca se desgaste, nunca se diminua, nunca se deixe levar por paranoias, porque isso não é amor, é a destruição de si mesmo, adiando o encontro com quem realmente merece ver você feliz.

 

Direitos autorais da imagem de capa: Lina Kivaka/Pexels.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

* Matéria atualizada em 23/02/2020 às 3:47






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.