ColunistasReflexãoVida

Quer realizar todos os seus objetivos e desejos?! pratique o livre-arbítrio!

QUER REALIZAR TODOS OS SEUS FOTO DE CAPA

Já dizia Oscar Wilde, “Viver é a coisa mais rara do mundo. A maioria das pessoas apenas existe”. Leio e releio esta frase e cada vez mais me convenço de como isso é verdade!



Pare para refletir, pare por 5 minutos. Relembre todas as vezes, ou as vezes mais recentes em que você disse algo pra si mesmo que gostaria de realizar. “Gostaria de trocar de carro esse ano”, “Este ano minha viagem pra Disney acontece”, “Quero reunir todos os meus amigos no meu aniversário”, “Vou aprender a falar Italiano” e por ai continua a lista. Esses são apenas alguns do exemplos de coisas que passam pela nossa cabeça, coisas que gostaríamos de realizar. Cada um de nós tem sua própria lista de frases, desejos, objetivos e sonhos, realizados e não realizados.

O que acontece entre o momento do seu desejo e a ação que levará à realização daquele objetivo? As respostas são sempre variadas…

QUER REALIZAR TODOS OS SEUS - FOTO 01


“Quando mudar de emprego eu troco de carro”, ”Quando o dólar abaixar vou conhecer o Mickey!!!”, “Vai ser muito difícil reunir todo mundo, nem adianta tentar”, “A escola de Italiano é tão longe, vou deixar por isso mesmo, quando encontrar uma escola mais perto eu faço aulas”…e mais uma vez a lista continua.

Neste cenário, existem duas coisas muito interessantes a serem analisadas. A primeira é: será que tudo que desejamos é realmente o que queremos? O fato de não tomarmos as ações para realização de um objetivo ou sonho é muito curioso. Arrumamos desculpas, como se aquilo que desejamos não dependesse de nós.  E então, será que não sabemos o que queremos? Será que desejamos qualquer coisa? Será que nos falta direção?

O segundo fato interessante nesta situação é: por que acreditamos que a realização daquele objetivo ou sonho não depende de nós? Será que é uma maneira de nos protegermos? Caso aquilo que desejamos tanto não se realize, eu não serei responsável por decepcionar a mim mesmo e não terei falhado perante aos meus amigos e familiares! Terei uma lista gigantesca de culpados, mas um deles não serei eu. Esse é o auto-boicote clássico, o qual acredito muitos de nós estamos familiarizados.

Caros leitores, aqueles que se encontram nestes padrões, infelizmente estão apenas existindo!


E a pergunta é, quando é que começamos a viver de fato?

Não importa de que religião você é, mas acredito que em todas elas nós conhecemos muito bem o livre-arbítrio. Segundo o dicionário livre-arbítrio é a possibilidade de decidir, escolher em função da própria vontade, isenta de qualquer condicionamento, motivo ou causa determinante.

No Universo tudo é tão perfeito que nós temos não somente a chance de escolher o que desejamos, mas o poder de realizar toda e qualquer coisa que nos propomos a fazer. É aqui que entra a intenção, o foco, o planejamento, a persistência e a consistência.

A intenção é pensar no motivo pelo qual você deseja aquilo, o que mudará na sua vida caso o que você deseja seja concretizado. O foco é ter em mente que tudo que fazemos está alinhado para que o que desejamos aconteça. O planejamento inclui datas, números, valores, passo-a-passo em como atingir seu sonho ou objetivo – leve o tempo que levar.


QUER REALIZAR - FOTO 02

A persistência é não desistir, é continuar seguindo em direção ao seu objetivo não importando quantos “nãos” você recebeu. E por fim a consistência abrange colocar tudo isso em prática diariamente, consistentemente. Assim você coloca tudo em movimento, um movimento progressivo.

Isso, caros leitores, é viver! É utilizar-se do livre-arbítrio para escolher e utilizar-se do poder que nos foi dado para fazer nossas escolhas acontecerem!

O próximo passo é descobrir o que mais você precisa que lhe dará suporte para enfrentar as dificuldades e obstáculos que encontrará pelo caminho.


Às vezes um amigo que te lembre sempre dos seus objetivos e o motive, às vezes precisamos de terapia para entender nosso passado e viver harmoniosamente nosso presente, podemos contratar um Life Coach que nos ajudará a ter mais consciência dos nossos objetivos, descobrir e ultrapassar nossos obstáculos e nos motivar durante todo o processo.

Qualquer que seja o tipo de ajuda que você precisa, lembre-se sempre que todos temos um papel a exercer nas vidas um do outro e que conectados somos mais fortes!!

Coloque em prática o seu livre-arbítrio! Escolha e realize!


Por favor, não confunda espírito crítico com espírito de porco!

Artigo Anterior

Seu amor é minha contradição…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.