publicidade

Querido universo, é assim que eu me despeço do meu passado: “sinto muito, perdoe-me, eu te amo, sou grato”

A partir de hoje, deixo para trás tudo aquilo que já não precisa fazer mais parte da minha vida. Deixo os medos, as angústias, a rejeição e o abandono.



Querido Universo, é com esta mensagem que me despeço do meu passado. Sei que tudo o que vivi até hoje foi de extrema importância para o meu aprendizado. Ao longo desta jornada, percebi que fui mais forte do que jamais imaginei. Precisei aprender a lidar com as próprias sombras e reconhecer o valor delas, no entanto, sei que algo novo me espera e já não posso mais permanecer no caminho da indecisão. Meu propósito me espera.

A partir de hoje, deixo para trás tudo aquilo que já não precisa fazer mais parte da minha vida. Deixo os medos, as angústias, a rejeição e o abandono. Sei que, às vezes, visitarei este espaço, para ajudar alguém ou para ajudar a mim mesma, quando precisar.

É por isso que aproveito para perdoar tudo aquilo que me feriu: palavras, atitudes, falta de consideração.

Deixo para trás todos os pensamentos negativos, padrões repetitivos, falta de esperança, obsessões e dores da alma. Perdoo todas as situações e todos aqueles que cruzaram meu caminho e me feriram, de alguma forma. Reconheço também que não sou perfeito e também posso ter ferido, até mesmo sem ter me dado conta. É por isso que também me perdoo, perdoo-me por ter magoado alguém.


Eu me perdoo também por ter sido tão dura comigo mesma, e prometo cuidar de mim e me colocar em primeiro lugar. Eu me perdoo por ter me permitido permanecer em situações abusivas, por ter me dedicado tanto, até mesmo de maneira ingênua, e de não ter sido reconhecida. Perdoo a mim por ter esperado algo em troca, por ter esquecido da luz e do poder pessoal que habita em mim. Eu me perdoo por todas as vezes em que acreditei que a felicidade estava fora, por todas as vezes em que disse “sim” quando, na verdade, queria dizer “não”.

Perdoo a mim mesma por ter desejado que a vida fosse um conto de fadas e por ter ignorado a beleza da realidade, cheia de erros, acertos e aprendizados. Por fim, eu me perdoo ainda mais por ter escolhido, em alguns momentos, olhar apenas para o lado negativo, por tantas vezes ter escolhido viver na dor, em vez de focar no que é bom. No entanto, minha alma está preparada para aceitar a cura, estou de peito aberto para abraçar a vida.

Eu me amo. Eu mereço o meu melhor. A vida merece o meu melhor. Eu amo a vida e ela me ama. Sou abençoada, sou grata, sou feliz.

 


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: microgen/123RF Imagens.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.