4min. de leitura

Quero mais leveza, quero dignidade no peito… e que Deus me ampare e me cuide

Só quero que Deus me ampare e me cuide. Seu amor é a coisa mais bonita que recebo todos os dias.

Estou longe de ser uma pessoa fria, assim como estou longe daquilo que me doeu.


Sempre peço a mim mesma para ficar em paz, sempre peço a mim mesma para me escutar mais, e ir além do que insinuam para mim como algo nocivo e sem voz interior.

Graças a Deus, estou me aproximando de pessoas boas e emocionalmente mais inteligentes, que se ligam a minha capacidade de não agredir, de não querer ferir, de não querer passar ninguém para trás.

Pessoas que se divertem, contam suas histórias, transmitem luz e bondade na alma.


Chamo isso de empatia e generosidade sem cobrança. Algo que não se pede e vem gratuitamente.

Fiz um balanço das coisas que vivi, ofereci luz às pessoas que amei, apesar de estarem longe dos meus olhos, nunca serão esquecidas. Ofereço a elas boas vibrações de amor.

Não sinto culpa, não sinto tristeza ao falar daquilo que um dia me comoveu e preencheu minhas lacunas, dando-me atenção e desejo de me soltar e de ser feliz.


Embora a felicidade seja instante, momento, encontro, ela dura o tempo que é preciso para ser sentida no grau mais íntimo.

Muitas vezes eu gostaria que a felicidade nunca rompesse essa relação de querer se aproximar de tudo que capta o coração, trazendo a sensação de que os dias também são feitos de magia, de percepção, de troca e resiliência, são feitos de paz e compreensão.

Estou longe de ser perfeita, longe de ser um ser tão racional a ponto de não querer me sentir tocada por algo envolvente.

Colho as coisas que plantei, ofereço o que possuo e me nego a sofrer pelos mesmos erros, pois alguns foram tão grosseiros, a ponto de me fazer tombar e aprender a levantar, sem me sentir pequena por isso. Confesso que dói, mas o aprendizado fica.

Da mesma forma que me aceito, da mesma forma que conduzo meus propósitos pelos labirintos do tempo, eu aprendo a não querer o que não é meu e a não me afundar em lágrimas ou a cobrar dívidas que já nem existem mais.

Quero mais leveza, quero a sensação de dignidade no peito.

Todos os dias eu acordo e sinto que, além de mim, há o que me aproxima, o que me constrói, o que me ensina a trabalhar meu lado humano, sem desejar mal a ninguém.

Tenho com o que me preocupar, tenho a quem cuidar, tenho a quem passar minha história de vida, tenha sido ela boa ou ruim.

Quem sabe escutar silencia e respeita o que eu também sinto. Isso eu chamo de troca, de conhecimento, de reconhecimento pelo que o outro também precisa.

Estou longe de muitas coisas e perto de tantas outras que dizem.

Só quero que Deus me ampare e me cuide, e que cada gratidão oferecida a ELE seja a forma de lhe dizer que esse Amor incondicional que ELE me oferece é a coisa mais bonita que recebo todos os dias.

Para mim, esse, sim, é o caminho que vale a pena ser seguido.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: Paha/123RF Imagens.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.