Notícias

“Quero ser jogador de futebol para fazer uma casa para minha mãe”, diz menino fotografado com árvore de Natal em lixão no MA

Design sem nome 17
Comente!

Após a foto em que aparece segurando uma árvore de Natal em um lixão viralizar e comover todo o Brasil, o pequeno Gabriel Silva, de 12 anos, continua levando uma vida simples com a família no município de Pinheiro, cidade a 333 km de São Luís.

O menino que faz o 5º ano do Ensino Fundamental, continua indo todos os dias à escola, local que ele adora ir e vê a oportunidade de ter um futuro longe dos arredores do lixão de Pinheiro. Gabriel revelou que tem o sonho de se tornar jogador de futebol e comprar uma casa para a mãe.

“Eu gosto de estudar pra ter um futuro. Quero ser jogador de futebol pra fazer uma casa para minha mãe”, disse Gabriel Silva.

A repercussão da foto pegou de surpresa a mãe de Gabriel, a catadora de sucata, Maria Francisca Silva.

“Fiquei surpresa”

A mãe afirma que desde que a imagem do filho viralizou no país, tem recebido ajuda de muitas pessoas.

“Fiquei surpresa dessa foto ter feito essa ‘viravolta’ na vida do meu filho e na nossa família. E fiquei feliz porque muitas pessoas ‘tá’ ajudando. A gente cata [sucata] porque não tem outro serviço e dá uma renda boa pra gente, boa no sentido de que dá pra gente sobreviver”, disse.

Além da família de Gabriel, cerca de outras 300 famílias sobrevivem diretamente do lixão, segundo a Defensoria Pública do Maranhão (DPE). O lixão funciona há cerca de 30 anos na zona rural do município que possui mais de 80 mil habitantes.

Perda da qualidade de vida

O Maranhão é o estado com maior perda de qualidade de vida e possui o pior desempenho socioeconômico do país, segundo o Índice de Perda de Qualidade de Vida (IPQV) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Cerca de 300 famílias vivem do lixão da cidade de Pinheiro, no Maranhão

Direitos autorais: Reprodução

O índice mostra em qual área rural há maior perda da qualidade de vida que na urbana. As medidas do IPQV vão de 0 a 1, sendo que, quanto mais perto de zero, menor a perda. O índice do Maranhão chega a 0,260.

O Governo do Maranhão enviou uma nota, por meio da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais (Sema), afirmando que o gerenciamento de resíduos é de responsabilidade das prefeituras e que criou um auxílio de R$ 400 para os catadores.

O cenário crítico que parte da população maranhense vive também foi destaque em um relatório divulgado em setembro pela Organização das Nações Unidas (ONU). O Maranhão apareceu como o estado em que mais pessoas vivem na miséria. Em 2019, quase 20% dos habitantes viviam com renda mensal abaixo de R$ 145.

Foto estimulou campanha online

A foto de Gabriel encontrando uma árvore de Natal no lixão gerou comoção nacional após viralizar nas redes sociais.

Foto de menino com árvore de natal em lixão do Maranhão comove e viraliza

Direitos autorais: Reprodução.

O registro foi feito na cidade de Pinheiro, e na imagem, o garoto aparece encontrando uma árvore em meio aos entulhos.

O registro foi feito pelo fotógrafo João Paulo Guimarães. Com a repercussão da imagem, Gabriel acabou ganhando uma árvore nova, além de outras doações arrecadadas em uma campanha online.

“Passei o dia com eles fotografando no lixão. E eu vi quando o Gabriel abriu o saco e puxou. Eu lembro disso como se fosse assim em câmera lenta, acontecendo na minha frente. E eu só virei e comecei a fotografar”, contou o fotógrafo, que mora em Belém (PA).

Foto de menino com árvore de natal em lixão do Maranhão comove e viraliza;

Direitos autorais: Reprodução

Comente!

Joelma se desequilibra ao fazer pirueta e cai junto com bailarino

Artigo Anterior

Leandro Hassum responde desabafo de Juliana Caldas sobre nanismo em “Amor Sem Medidas”, da Netflix

Próximo artigo