Comportamento

Racismo? Mulher se revolta com design “exagerado” de bonecas negras e faz crítica na web

capa Racismo Mulher se revolta com design exagerado de bonecas negras e faz critica na web

A mãe não gostou do design das bonecas e não poupou críticas nas redes sociais. Entenda!

Nos últimos anos, as questões de raça têm sido muito discutidas e os preconceitos combatidos à medida que as comunidades se unem para tornar o mundo mais justo e cheio de oportunidades para todos.

As pessoas protestam e lutam da maneira que acham melhor, algumas vão para as ruas, outras criam organizações de apoio aos fragilizados e abandonados, outras usam as redes sociais para denunciar os acontecimentos que julgam como preconceituosos.

Uma mulher da Austrália usou o seu perfil no TikTok para fazer um manifesto contra uma marca de brinquedos que fabrica modelos de bonecas de pele branca e negra. Ela se desagradou do design das bonecas de tons escuros e não poupou críticas.

Jean, que é negra e mora em Sydney, surpreendeu-se quando viu um monte de bonecas da marca Miniland Dolls, que julgou “anatomicamente corretas”. A mulher notou diferenças nos traços dos modelos, de pele clara, morena e negra, e contou no vídeo do TikTok que as bonecas do modelo negro tinham narizes e lábios visivelmente maiores do que as bonecas de tons de pele claros.

Na legenda do vídeo, que mostra a comparação entre as duas bonecas, ela escreveu: “Comprar bonecas negras na Austrália é assim”. A publicação já foi vista mais de 3,4 milhões de vezes e milhares de usuários da rede social comentaram sua opinião sobre o assunto.

2 Racismo Mulher se revolta com design exagerado de bonecas negras e faz critica na web

Reprodução TikTok / @jeanchronicles)

Enquanto várias pessoas concordaram com a objeção da mãe, dizendo que realmente a empresa havia mudado muito a aparência das bonecas, dando a entender que pudesse ser uma atitude de racismo, outras a alfinetaram, dizendo que as bonecas se assemelham muito às pessoas negras, e que se ela buscava uma representação, não podia reclamar.

Outros ainda saíram em defesa da marca de bonecas, dizendo que ela mostrou apenas três modelos de uma coleção enorme, e que havia outras bonecas com traços diferentes.

Como muitas pessoas lhe disseram que ela precisava conhecer mais produtos antes de fazer comentários de julgamento, a mulher acabou indo a outra loja para ver modelos de outras marcas, e se surpreendeu ao ver que em muitos outros designs as bonecas negras estavam representadas com menos exagero.

Ao comparar outras bonecas com as da Miniland Dolls, ela percebeu que se tratava de uma coisa exclusiva da marca, e não de todas as empresas que fabricam bonecas com outros tons de pele.

Jean postou um outro vídeo no TikTok mostrando as demais bonecas que encontrou. Na legenda, ela escreveu: “Então eu fui ao Kmart e encontrei algumas bonecas negras muito fofas. Não se trata apenas de representação, é igualmente importante COMO somos apresentados!”

3 Racismo Mulher se revolta com design exagerado de bonecas negras e faz critica na web

Reprodução TikTok / @jeanchronicles

Novamente, sua postagem atraiu a atenção de várias pessoas, e muitas concordaram com o seu discurso, atestando que as pessoas negras precisam ser melhor representadas. Um usuário escreveu: “Muito mais realista do que o último”, ao que Jean respondeu: “Exatamente o mesmo que eu penso”.

O veículo de notícias australiano 7News também publicou sobre o caso e entrou em contato com a empresa Miniland, que emitiu um parecer sobre o assunto: “Na Miniland, nos orgulhamos de abordar a representatividade respeitosamente em várias etnias, gêneros e condições para incentivar a inclusão nos corações das crianças do mundo”, disse o porta-voz.

“Assim como criamos realisticamente outras etnias em nossa linha de bonecas, nossas bonecas africanas e afro-americanas são uma representação direta do espírito de suas comunidades e permitem que crianças dessas origens e de outras etnias brinquem com bonecas que refletem essa herança e cultura — muitas vezes pela primeira vez.”

0 %