Notícias

“Racista que bater de frente comigo vai ser processado”, diz Thelma Assis

Foto: Instagram
Thelma Assis

A ex—BBB Thelma Assis, de 37 anos, abriu o jogo sobre política, racismo e reality show.

Vencedora do “BBB20” (TV Globo), sabe que tem uma enorme representatividade.

“Quando saí do BBB foi que tive noção do que tinha sido a minha edição e do quanto a questão da representatividade é importante. Eu me senti muito sozinha dentro da edição como a única mulher preta retinta e eu sabia que estava representando muitas mulheres aqui fora, mas só quando a gente sai é que temos noção desse impacto“, disse ela.

Thelma também falou sobre usar suas redes sociais para abrir discussões políticas e raciais:

“Quando a gente se torna uma figura pública a gente tem que utilizar isso de uma forma construtiva. Cada um usa sua plataforma da forma que achar melhor, mas eu resolvi pautar causas sociais, que é com o que as pessoas se identificam comigo, as mulheres pretas, que são a base da sociedade, e falar sobre tudo o que eu concordo ou não. Rede social acho que temos que usar para discutir assuntos do dia a dia, pautas das militâncias, das minorias, que são muito importantes, e a gente tem que usar para fazer política também. Política é conversar, discutir, não só votar“, afirmou a médica.

277322625 274537541524365 1263389016892792362 n

Direitos autorais: Reprodução/Instagram

Thelminha já foi vítima de diversos ataques racistas. Ela garante que não deixará nenhum preconceito passar batido:

Como figura pública, representante de tantas pessoas, não tem como, eu não faço só por mim, faço pelas pessoas que se identificam e são ofendidas também. Toda vez que racista bater de frente comigo vai ser processado”.

A ex-sister ainda, revelou, que não mexeu no prêmio do reality, de R$ 1,5 milhão:

“O prêmio está guardado para render bons frutos. Educação financeira a gente deveria ter desde a escola, fui sentir na pele quando estava no cheque especial, mas hoje aprendi. Continuo trabalhando muito, mas o prêmio está rendendo“, contou.

Apesar do dinheiro estar intacto, Thelma confessou ter se presenteado com uma bolsa da grife Chanel.

“Viagem acho que é o melhor investimento, mas por conta da pandemia acabou blindando muito. Quero muito viajar e levar minha mãe para viajar também”, finalizou.

0 %