Realize suas vontades, não as engavete. São elas que o levam para os sonhos maiores

São as vontades que nos movem. Viver sem sonhos não é viver, é sobreviver.

Você gostaria de resolver algo, há algum tempo, mas isso não é uma prioridade, e ao mesmo tempo, vai necessitar que você invista dinheiro e um espaço na sua agenda. Então você empurra e empurra para outro momento.

Até que um dia, a solução caí no seu colo. Na medida certa de tudo: valores, tempo, investimento de energia e a atenção que é possível você destinar, sem nenhuma dor, sem nenhum desconforto.

Mas o receio é tão grande e todos aqueles “SE’s” que acompanham você – o seu crítico interior se uniu ao seu sabotador e estão em festa com todas as suas inseguranças.

E você acaba por realizar, ou melhor, deixar acontecer, mas de modo inseguro, como se fosse algo até meio pecaminoso, proibido. E, na verdade, é uma bobagem, uma simplicidade sua, um mero capricho, uma vontade.

Mas o medo vai crescendo, CRESCENDO, C R E S C E N D O e qualquer sombra parece um monstro. Até que algo o assusta e você GRITA!

E você se assusta. E a outra pessoa se assusta com o seu susto, com o seu grito e clama por respeito, sente-se ofendida, desrespeitada.

E seu sonho acaba. Desmorona. Esmorece. Você não realizou. Vai postergar novamente. Vai engavetar seus desejos e continuará a viver com o que precisa, o que necessita.

Sim, desejar é diferente de precisar.

Você precisa de água para viver, de ar para respirar. Você deseja uma pepsi, os ventos de uma praia no Caribe.

Não é apenas sobre vencer seus medos, mas todas as vozes que não o dão suporte ou proporcionam a manutenção de suas asas para você voar.

Além do mais, só consegue algo quem tenta.

E se essa voz continuar lhe perseguindo? Não lhe dê ouvidos, não lhe dê poder – pensamentos sem emoções são apenas pensamentos. E, se ela voltar a lhe perturbar, simplesmente, a ignore. A voz desconhece o tamanho do seu sonho, do seu querer ou de seu poder de realização.

Realize suas vontades (não as engavete). São elas que o empurram para um novo dia, para os sonhos maiores, para as realizações grandiosas.

São as vontades que nos movem, não que precisemos, isso apenas nos mantém vivos, no entanto, viver sem sonhos não é viver, é sobreviver.

Então, realize seus sonhos dentro de suas capacidades. Aceite suas limitações e não deixe de realizar. Seja feliz!


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: pressmaster / 123RF Imagens



Deixe seu comentário