ColunistasEspiritualidade

Recebendo ajuda de outra dimensão

O mundo que nos rodeia é percebido por nós através dos cinco sentidos (visão, audição, paladar, tato, olfato). O ditado popular “o que os olhos não veem, o coração não sente”, deixa bem claro essa condição de perceber o mundo visível pelos cinco sentidos, mas mesmo que os olhos não vejam, a intuição nos alerta, o coração sente.



Nós, todos seres humanos, percebemos aquilo que não está ao alcance dos cinco sentidos, variando de pessoa para pessoa o grau de conexão com essa dimensão invisível.

Como é então possível perceber algo para além dos cinco sentidos? 

Aquilo que conseguimos perceber de forma independente dos cinco sentidos é captado por outro sentido que chamamos de sexto sentido. Com o sexto sentido somos capazes de intuir uma situação através de informações que não estão explícitas, um mundo invisível.


Através da dimensão de atuação do sexto sentido somos afetados de forma positiva ou negativa. Nessa dimensão, atuam a intuição, a premonição, a telepatia e manifestam também as orações.

Nesta dimensão, os bons sentimentos das pessoas, através das orações, alcançam muito longe outras pessoas, como uma energia positiva.

Quando oramos por alguém ou tem alguém orando por nós, a energia formada pela intenção das orações nos alcança e recebemos seus efeitos quase que imediatamente.

A oração cria uma energia que beneficia tanto aquele que ora quanto a quem foi destinada da oração.


Muitas vezes, quando percebemos que alguém precisa de ajuda, se não houver como auxiliar de forma mais direta, podemos elevar nossos pensamentos a Deus, direcionar nossas orações à pessoa, que certamente chegará até ela.


 

Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: olegdudko/123RF Imagens.


Amores rasos vêm e vão, mas um amor verdadeiro é raro, único e sagrado!

Artigo Anterior

A felicidade está dentro da gente, do coração que vibra, da gratidão diária pela vida, da fé que temos em Deus

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.