Recupere seu poder em todos seus relacionamentos com esses 5 passos:



Amigos, colegas de trabalho, relacionamentos românticos, nós nos doamos em todos os tipos de relacionamentos, frequentemente sem realizá-lo.

Aqui estão 5 maneiras de recuperar o seu poder pessoal:

Observar

Por definição, recuperar energia significa que você a gastou em algum momento. Aprender a detectar quando você está ou não está prestes a dar a alguém o seu poder, energia e dedicação é a chave para impedir seu esgotamento.

Por exemplo, você se pega dizendo: “Eu não sei/ligo, você decide.” ou, “O que você quer que eu faça?” Especialmente quando acompanhado por sentimentos de arrependimento, ressentimento, ou renúncia, declarações como estas podem ser um sinal de que você está desistindo de sua autonomia.

Ser passivo, indeciso, ou esperar que alguém faça algo por você pode ser debilitante. Naturalmente, qualquer uma destas coisas também pode ser apropriada e legítima, dependendo da situação. A diferença é sutil, então, observe a situação com cuidado.


Saber defender-se

A chave para dominar a comunicação e manter seu próprio espaço é manter posse do que você traz à mesa. Exponha as suas próprias deficiências (sem agir como vítima) e conte à outra pessoa honestamente.

Se o seu parceiro o envergonhar, o desprezar ou tentar mudá-lo, fique forte, mostre que aquela atitude o incomoda, no momento isso pode ajudá-lo a ver como suas ações afetam você sem precisar apontar os dedos. Por exemplo, “quando eu sinto que alguém está tentando me obrigar a fazer algo, eu fico defensivo e teimoso.”


Deixe os outros também se defenderem

Nós não somos responsáveis pelos sentimentos de outras pessoas (Sim, eu sei, você aprendeu o contrário). Isso não significa que você deve ser mau ou não tem que assumir a responsabilidade pelas consequências do que você diz/faz. Mas se você fala sua verdade tão conscientemente quanto você pode e alguém não gosta disso, bem, em última análise, esse é o problema deles.

Em outras palavras, não se preocupe, aceite os sentimentos e as reações de outras pessoas.




Pare de competir

Muitas vezes, para ter seu próprio lugar, especialmente quando somos novos em algo, tudo se parece como uma batalha para se ganhar. O relacionamento pode ficar meio competitivo e agressivo, se você não tomar cuidado. Se isso acontecer enquanto você está aprendendo a se defender, não se culpe. Mas veja porque isso aconteceu e como você gostaria que as coisas fossem diferentes. Criar limites é essencial para se sentir fortalecido, mas não é necessário construir e defender uma fortaleza.


Cultive a compaixão e o amor-próprio

Aprender uma boa comunicação e praticar o empoderamento vem quando nós nos amamos e somos compassivos com nossas fraquezas e medos. Que o amor e a compaixão podem ser estendidos para as outras pessoas em nossas vidas, e aprendemos a dar e tomar de maneiras que são boas para todos.

Compreender que as pessoas com quem interagimos também possuem medos e falhas semelhantes já ajuda a abrir a porta para a empatia. Se você pode modelar este tipo de compaixão, outros podem seguir o exemplo.

Reivindicar seu poder em relacionamentos ou em situações difíceis é uma prática que toma tempo. Você pode se sentir bem com algumas pessoas e aterrorizado com outras. Isso é normal. Você pode refletir sobre as relações em que você se sente habilitado para entender quais qualidades pode trazer para aqueles onde  não se sente assim. E lembre-se, estamos todos trabalhando em andamento. Tenha paciência consigo mesmo, em como você enfrenta medos, desenvolve novas habilidades, e aprende formas de, consciente e compassivamente, desenvolver o seu próprio poder pessoal.

___________

Traduzido pela equipe de O Segredo  Fonte: Mystical raven

 






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.