A relação entre as chamas gêmeas…

12min. de leitura

CHAMAS GÊMEAS… – UMA MENSAGEM DE ESPERANÇA



Quando pensei em escrever sobre o tema das chamas gêmeas, surgiu-me a ideia de compilar toda uma serie de informação que já conhecemos e que se encontra disponível pelo mundo cibernauta.

Com efeito, basta pesquisar o tema na internet e encontramos muita informação relativa aos sinais, fases, experiências e até cursos, palestras e tantas outras ferramentas que nos ajudam a perceber e a assimilar todo um mundo místico em que consiste este assunto.

Reuni dezenas de páginas sobre o assunto, decidida a realizar quase um trabalho cientifico (risos), mas cheguei à conclusão de que não estaria a acrescentar nada de novo ao que já sabemos e conhecemos.


E que melhor maneira de transmitirmos uma mensagem senão dizer o que vai na nossa alma, partilhar experiências próprias de vida, com vista a ajudar outras pessoas que podem estar na mesma situação.

A RELAÇÃO ENTRE AS CHAMAS GÊMEAS - FOTO 01

A informação que se encontra disponível é muito útil para entender o que muitas pessoas no mundo estão a viver e a experiênciar neste momento e para quem não sabe nada do assunto e quer aprofundar os seus conhecimentos nesta área, por simples curiosidade ou em trabalho.


Mas, normalmente, as pessoas que se interessam e se sentem atraídas por este tema, são aquelas que, de alguma forma, sentem, no seu íntimo, que já conheceram alguém que se pode aproximar da, então, designada Chama Gêmea.

E, usualmente, essas pessoas conheceram alguém que as fez questionar sobre as crenças que tinham acerca da vida, no geral, da espiritualidade, em particular e que, de certa forma, mudaram as suas vidas, ou as fizeram sentir que as deveriam mudar em vários aspectos.

Não existem formulas, regras, nem um guia para o que acontece entre as Chamas Gêmeas.

Nenhum artigo, palestra, curso lhe poderá dizer “Esta é sua Chama Gêmea” ou lhe dizer exatamente o que deve fazer para que você consiga, finalmente, se unir ao seu gêmeo e viver o amor incondicional plenamente realizado e feliz.

Cada conexão entre Chamas Gêmeas tem o seu próprio caminho, os seus próprios obstáculos, características, sinais e fases que devem ser ultrapassados para que a união se manifeste definitivamente para o infinito e mais além.

O segredo para decifrar se realmente se encontra numa ligação entre Chamas Gêmeas e se aquela pessoa que você tanto ama é realmente a exata metade da sua alma original, é olhar para bem fundo de si mesmo/a, ouvir-se a si próprio/a.

Faça está experiência, durante a sua meditação, pergunte-se a si próprio/a, “Esta pessoa é a minha Chama Gêmea?” e a resposta virá mais tarde ou mais cedo (pode não ouvir a resposta de imediato, pode demorar alguns dias) se você se permitir ouvir.

O intuito deste texto é sobretudo dar alguma esperança a todos os que se interessam por este assunto e que acreditam convictamente que já conheceram o seu gêmeo, mas que apesar de todos os sinais e trabalho já realizado continuam com dificuldades na concretização da união.

Este texto é para quem sabe no seu íntimo que encontrou a sua Chama Gêmea, mas que se veem inundados em dúvidas sobre esse mesmo facto, assim que se deparam com as dificuldades do tão esperado e desejado reencontro.

Todos sabemos como é difícil manifestarmos na nossa realidade esse mesmo reencontro.

Muitas vezes são marcados encontros entre os casais (que têm a sorte de manterem algum tipo de contato, na dita fase da separação), ambos os gêmeos combinam o local e hora do encontro, mas por algum motivo que cabe a cada um descobrir, o encontro no dito local e hora marcados, nunca se chega a concretizar.

E chega a ser desesperante, as inúmeras tentativas de se marcar um encontro que nunca parece querer acontecer.

A RELAÇÃO ENTRE AS CHAMAS GÊMEAS - FOTO DE CAPA E FOTO 02

Nessas ocasiões, sentimo-nos, muitas vezes, desesperados, colocamos tudo em causa, não conseguimos perceber porque motivo aquela pessoa que tanto desejamos ver, abraçar, beijar, aquela pessoa que conhece o fundo da nossa alma que é, no fundo, quem somos, nos rejeita e, recusando-se a aparecer, a maior das vezes, sem qualquer justificação, nos deixa ao abandono de nos próprios.

Refiro-me aos gêmeos fugitivos ou corredores.

Na referida fase da separação é usual que um dos gêmeos esteja constantemente em fuga do outro gêmeo que insiste no referido reencontro.

Normalmente, quem se encontra em fuga pode tratar-se do gêmeo adormecido, ou seja, aquele que sabendo e sentindo de igual forma esta ligação e conexão entre almas e tantos outros corpos (v.g. espiritual, mental, emocional, celestial e até físico) a rejeita por ainda não se encontrar “preparado” para a união.

Mas desengane-se quem pensa que o outro gêmeo é o fugitivo ou adormecido, este papel pode reverter-se tantas quantas as vezes que forem necessárias e que há muito já estão planeadas, desde a separação da alma original em duas (feminina e masculina).

Eis o que acontece:

Por vezes, desejamos tão intimamente nos nossos corações que tal união se concretize que desprezamos ou não valorizamos como deve de ser a viagem, o caminho espiritual que a vida nos está a proporcionar.

É para isso mesmo que serve a fase da separação, para que possamos resolver aspectos da nossa vida que já não se enquadram mais neste tipo de ligação, conexão.

Para ganharmos uma nova consciência, mais expansiva, mais presente, tolerante e que se trata da vibração e frequência elevada e divina do amor incondicional.

A fase em que nos encontramos separados do nosso gêmeo serve para que nós possamos desenvencilhar de todas as energias negativas, pensamentos autodestrutivos, padrões de comportamento (adição, por exemplo), relações disfuncionais, quer românticas, quer familiares, resumidamente limpar, sanar o karma colocando um ponto final nas reencarnações.

Mesmo após a limpeza do karma que nos esteja associado nesta vida, mesmo depois de termos conseguido terminar o contrato com entidades obscuras, podemos ser, ainda, confrontados com inseguranças, alguns medos e ou traumas que ainda restem nos nossos corações, podemos ter, ainda, que perdoar pessoas que nos fizeram mal nesta vida, e, acima de tudo, perdoarmo-nos a nós próprios pelos erros eventualmente cometidos.

Trata-se de um desenvolvimento espiritual que deve ser valorizado e que cabe a cada um descobrir e explorar, começando por se conhecer a si próprio, ser-lhe-ão revelados todos os segredos do universo.

Com certeza que irá ter de passar por períodos de dor intensa, muitas vezes a dor tem de ser sentida, ou melhor a “a dor exige ser sentida”.

Devemos fazer os possíveis para, nessas alturas, nos mantermos minimamente centrados, por forma a que não nos prejudiquemos a nós próprios ou aos outros.

A relação entre Chamas Gêmeas pode ser muito gratificante, mas acarreta grandes responsabilidades.

A RELAÇÃO ENTRE AS CHAMAS - FOTO 03

Cada casal com a sua união tem uma missão que foi atribuída no momento da separação original.

Essa missão passa por uma elevação espiritual, pois ao se unirem irão elevar a frequência e a vibração do amor no planeta, amando-se incondicionalmente irão ajudar todas as pessoas do mundo a sentir o que é o verdadeiro amor.

Não o amor romântico, mas o amor incondicional e divino, a aceitação total de todas as formas de vida.

O respeito pelo planeta e por todos os seres vivos que nele habitam.

Tudo faz parte de um plano maior, como já foi dito.

Se leu este texto até este parágrafo, se se identificou com tudo o que foi dito até aqui (o que não é de todo obrigatório, pois, como disse, cada caso é um caso), então aqui vai a minha parte preferida 🙂 e que terei todo gosto em lhe transmitir para que o possa ajudar na sua jornada de vida tão maravilhosa e preciosa.

O meu conselho é que se ame, aceite-se, perdoe.

O amor próprio é um tema que não é nosso intuito desenvolver aqui, mas que está intimamente ligado ao das Chamas Gêmeas.

Note bem que tudo o que fizer de bom a si mesmo, irá estar a fazer o mesmo ao seu gêmeo, pois por terem origem na mesma alma, ambos são um só, ou, como se irá dar conta, à medida que for percorrendo o seu caminho espiritual, somos todos um (ora, esta notícia é ainda melhor, pois ao tratar-se bem estará a proporcionar um bem comum a todas as pessoas e a todos os seres vivos deste Planeta).

Por isso, alimente-se bem, cuide de seu corpo, espirito e alma, praticando alguma atividade física (que lhe dê prazer) e espiritual, aceite as suas emoções, sejam boas ou más, em ordem a ultrapassar tudo o que de negativo ainda permaneça em si.

Concentre-se no seu bem-estar e paz interior.

E acima de tudo, tenha esperança num futuro feliz, quer o reencontro aconteça ou não.

Há a possibilidade de não acontecer neste plano de existência, se for o seu caso, não desmereça, a ligação é eterna, ou seja, existe para além da morte física e fique feliz por saber que conheceu uma parte de si mesmo neste mundo, pois a maior parte das pessoas não tem sequer esta ligação e ainda há quem tenha e nunca chegue a conhecer a sua outra metade de alma.

O mundo tem pessoas maravilhosas e muito especiais que aguardam que as conheça.

Desafie-se, saia da sua zona de conforto, tenha coragem, vá com medo mesmo e vai descobrir todas as maravilhas que estão à sua espera.

Dê esse salto de fé e irá ser, certamente, recompensado/a, pode demorar, mas confie e verá com os seus próprios olhos.

Por último, mas não de menos importância, aliás, o mais importante de tudo é que se divirta, muito.

Por isso, sorria mais vezes, ria muito e nunca perca a criança interior dentro de si, faça-a a feliz e verá que a vida lhe irá sorrir e gargalhar de volta.

Se já faz isto tudo, continue e explore ao máximo tudo o que estiver ao seu alcance.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.