4min. de leitura

A relação entre a dor de cabeça e nossas emoções:

A dor de cabeça é um estado, infelizmente, comum para muitas pessoas, podendo se manifestar como enxaqueca.

Frequentemente, essas dores podem ser exaustivas, mas em alguns casos são tão frequentes que acabam se tornando nossas companheiras diárias, prejudicando nossa qualidade de vida.



Conhecemos muitas causas comuns de dores de cabeça, cansaço, exposição ao sol, estresse, calor, sono insuficiente, ansiedade, depressão, entre muitas outras. Mas e quando temos dores de cabeça frequentes? Qual a verdadeira causa? Isso é algo que nos intriga, tendo em vista que a dor de cabeça é uma das condições que afetam mais pessoas, começando cedo, na adolescência. Além das questões orgânicas e fisiológicas, nosso psicológico pode contribuir para o agravamento das dores de cabeça.

Dor de cabeça e emoções, como se relacionam?

Ao longo de nossos dias, experimentamos diversos tipos de emoções, algumas positivas, outras nem tanto. O estresse aumenta nossos níveis de cortisol, afetando diretamente o funcionamento de nossos corpos. A tristeza, por outro lado, pode diminuir nossa imunidade, tornando-nos mais suscetíveis a condições de saúde e também dores de cabeça persistentes. A ansiedade, assim como o estresse, contrai muitas das nossas artérias. No entanto, quando nós procuramos descansar e relaxar, os vasos sanguíneos do cérebro se dilatam, o que gera as dores de cabeça.

Quando conservamos dores emocionais, em certos momentos elas começam a existir também no campo físico, fazendo com que nos sintamos incapazes e infelizes, o que favorece o início da depressão. Para evitarmos essa condição, é muito importante cuidarmos de nossas emoções todos os dias, priorizando pessoas e atividades e estabelecendo limites em nossas vidas.



Quando cuidamos de nossas emoções, nossos corpos são mais felizes

Existe uma frase bem comum de autoajuda que diz: “Se você cuidar bem das suas emoções, será feliz”. No entanto, muitas vezes, parece que isso é mais simples de dizer do que de fazer. Como lidar bem com as emoções em meio ao trabalho estressante, aos problemas familiares, aos estresses da vida diária? Qual a melhor maneira de agir para realmente levar uma vida saudável?

É importante não agirmos com impulsividade ou extremismo e, ao invés disso, estabelecermos objetivos de curto prazo e viáveis. Tenha consciência de sua situação atual e organize os horários de sua rotina: o período de trabalho, de descanso, de diversão. É vital separar um momento do dia para si mesmo.

Essa rotina simples de autocuidado nos deixa mais tranquilos e calmos, afastando-nos da tensão que causa as dores de cabeça.


Lembre-se de que sempre podemos recuperar a felicidade em nossas vidas. Por isso, cuide de si mesmo! Aproveite sua vida, valorize as coisas importantes, durma bem, controle os níveis de estresse para que eles não mais o machuquem nem prejudiquem seu corpo, mente e espírito.

Pequenas mudanças muitas vezes são suficientes para eliminar as dores de cabeça de sua vida.

Você sabia que O Segredo está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.