publicidade

Relacionamentos? mantenha a distância saudável!

DISTÂNCIA SAUDÁVEL – 16/09/2012 –



Às vezes estamos tão próximos, mas tão próximos de alguém que não conseguimos vê-lo.

Não é só a grande distância que nos impede de ver, o excesso de proximidade também.

O excesso de proximidade pessoal provoca, em nós, um fenômeno bastante interessante e desconcertante: perdemos um tanto da empatia, porque passamos a nos projetar na pessoa.


Confundimos nossos valores com os dela, nossas preferências com as dela, nosso espaço pessoal com o dela. É um sufoco!

A gente faz isso e não nota. Mas tudo isso é resultado da pouca percepção de que é o grau de afinidade que mostra qual é a distância saudável que devemos manter entre as outras pessoas e nós.

A gente vai deixando “a vida nos levar” e, nesse caso, não é bem a vida que nos leva, somos nós mesmos que deixamos a vida no “piloto automático”, sendo que ela não tem esse recurso.


Em muitos casos nós dirigimos melhor os nossos carros do que as nossas relações.

Se dirigíssemos nossos carros do jeito como dirigimos muitas das nossas relações, não passaríamos da primeira esquina.

Desastre na certa.

Para que sejam saudáveis, os relacionamentos exigem muita percepção.

A manutenção do foco na generosidade e a percepção da dosagem de convívio talvez sejam os principais fatores.

É cansativo, dá trabalho, nem sempre a gente acerta, mas se não prestarmos bastante atenção é certo que vamos
trabalhar dobrado.

Relacionamentos? Mantenha a distância saudável.

_______

Trecho do Livro: Somos Mais Interessantes Do Que Imaginamos – Arly Cravo

Conheça um pouco mais do seu trabalho acessando: Youtube (inscreva-se)

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.