publicidade

Relacionamentos saudáveis: como agir e aprender a amar?

Conquistar relacionamentos saudáveis é, sem dúvida alguma, o objetivo de todos que procuram a felicidade no amor.

No entanto, nem todas as pessoas estão preparadas para um relacionamento equilibrado e saudável. Devido a isso, muitas vezes, elas têm dificuldade para perceber que estão sendo amadas ou não sabem como agir em um relacionamento amoroso. Isso pode gerar comportamentos e atitudes prejudiciais à relação.



Uma relação saudável é aquela em que ambos os parceiros se sentem cuidados e a confiança impede que o ciúme e a insegurança perturbem a felicidade do casal. Nela, a convivência é leve e amistosa, os problemas são resolvidos de forma racional e os parceiros não se sentem sufocados e infelizes.

Estar em um relacionamento equilibrado tem grandes vantagens. A qualidade de vida melhora, a autoestima e a autoconfiança dos companheiros são revitalizadas, o nível de estresse cai consideravelmente, os laços afetivos são fortalecidos e até mesmo a saúde pode ser positivamente afetada. Contudo, para conquistar a plenitude de uma relação é preciso adquirir comportamentos que contribuam para o fortalecimento dela.

E é exatamente sobre isso que vamos tratar neste post. E aí, achou interessante saber como agir em um relacionamento para alcançar os benefícios citados? Então, basta prosseguir na leitura!

Tenha um apego saudável

Em uma relação amorosa é estabelecida uma ligação especial com a pessoa amada. No entanto, algumas formas de apego não são saudáveis e colaboram para a criação de um relacionamento imaturo e problemático.


Desse modo, é preciso evitar que o apego excessivo traga para a relação situações de ansiedade e dominação, em que são exigidas provas de amor descabidas e as tentativas de controle sobre o outro são constantes.

Além disso, também deve-se evitar o lado oposto do apego em excesso: a frieza. Nessa situação, os companheiros se mantêm distantes, sem dar a devida atenção um ao outro, e as demonstrações de afeto são escassas. Esse comportamento é prejudicial, pois cria a sensação de descaso pelo parceiro.

O ideal é manter um apego baseado na confiança mútua. Nesse sentido, deve-se criar um relacionamento no qual a confiança estabelecida impede que o medo de perder ou ser enganado — sentimentos comuns quando se ama alguém — proporcione problemas ao casal.



Mantenha a individualidade 

Você gosta de estar com seu parceiro? Passar um dia junto vendo séries é algo que os faz felizes? Tem sempre disposição para mergulhar nos planos do seu companheiro e, por vezes, os coloca antes dos seus? Isso pode até ser importante para um bom relacionamento, porém é imprescindível tomar cuidado para que não se torne uma dependência.

Dentro de uma relação amorosa, por mais unido que o casal seja, é preciso estabelecer momentos particulares para cada parceiro. Cada um possui projetos, compromissos, opiniões, necessidades e gostos individuais. Devido a isso, é necessário manter a individualidade. Afinal, se estiverem colados o tempo todo, que experiências e novidades terão para compartilhar no fim do dia?

Ao manter essa divisão, você não estará “amando menos” o seu companheiro, mas garantindo que ambos tenham o espaço necessário para amar e cuidar de si. Sem contar que passar um tempinho longe do parceiro gera certa saudade capaz de esquentar qualquer relacionamento, não é mesmo?


Tenha cuidado com o egocentrismo

Pensar em si mesmo é natural do ser humano, mas é preciso se precaver para não cair no egocentrismo. Afinal, em uma relação amorosa existem duas pessoas, e as necessidades de ambas devem ser supridas.

Quando apenas um dos parceiros tem seus desejos satisfeitos, a relação fica desequilibrada, e o parceiro cujas necessidades estão sendo negligenciadas acaba se sentindo oprimido e infeliz, o que colabora para a degeneração do relacionamento.

Portanto, em alguns momentos, é importante abstrair de suas necessidades e buscar enxergar as do companheiro. Pode ser que, muitas vezes, essas vontades sejam conflitantes, mas é neste momento que mais se deve evitar o egoísmo e procurar soluções que alcancem um meio-termo.

Isso garante que ambos se sintam importantes. Além disso, fazendo com que as necessidades dos dois sejam atendidas, também se estabelece uma sensação de maior valorização da ideia de cuidar e ser cuidado, compromisso fundamental que deve ser assumido em um relacionamento amoroso.


Valorize a autoestima

Um dos fatores que mais contribuem para a manutenção de um relacionamento saudável é a autoestima dos companheiros. Ela é responsável pelo nosso senso de valor e colabora para algo fundamental em um bom relacionamento: a felicidade individual dos companheiros.

Sendo assim, é importante contribuir para a manutenção da autoestima do parceiro. Por isso, é preciso evitar aquelas chamadas de atenção mais rudes ou brincadeiras que, por mais inofensivas que pareçam, possuem potencial para magoar. No lugar delas, devem ser colocados elogios, incentivos e compreensão, além, é claro, de uma boa dose de carinho.

Afinal, todos nós gostamos de nos sentir valorizados, acolhidos e amados. Deixar que o companheiro se sinta assim não só aumentará a sua autoestima como também proporcionará mais harmonia para a relação.


Trabalhe a capacidade de reconstrução

Sabemos que, mesmo em relacionamentos saudáveis, os companheiros são suscetíveis a cometer erros. Tais erros, muitas vezes, podem ferir e magoar o parceiro. Então, reconhecê-los e buscar soluções para contorná-los são atitudes essenciais para não prejudicar a qualidade da relação.

Dessa forma, é importante trabalhar a capacidade de reconstruir o relacionamento, pois a falha deve ser considerada uma oportunidade de evolução e aprendizado. Veja como uma corrida de obstáculos: o maratonista não para frente à barreira, ele a supera para chegar ao seu objetivo.

Ao reconhecer um erro cometido e buscar remediá-lo, você estará dizendo que se importa e se arrepende. Isso dá ao companheiro a noção de que tanto ele quanto o relacionamento de vocês é algo importante e que deve ser cuidado.

Como você pode perceber, até nos relacionamentos saudáveis são necessárias várias atitudes para manter a harmonia e o bem-estar do casal. São atos simples, mas que podem garantir a felicidade dos companheiros, proporcionando um relacionamento maduro e duradouro.

E aí, gostou do nosso conteúdo? Então, não deixe de compartilhá-lo em suas redes sociais. Assim você ajuda mais pessoas a construírem relacionamentos saudáveis!

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.