Notícias

Repórter Tiago Eltz, da Globo, é hostilizado por casal brasileiro em NY

Reporter Tiago Eltz

O repórter Tiago Eltz, correspondente da TV Globo nos Estados Unidos, foi hostilizado por um casal brasileiro durante a cobertura da Maratona de Nova York, neste domingo, 7.



O homem, que se identificou como Carlos Cury (Curi), começa a filmar o jornalista, o chama de “bundão” e a Globo de “essa porcaria”.

“Você me toca para você ver”, ameaça o homem em seguida, “vou levar seu braço para a minha casa, seu bosta”. Uma mulher o acompanhava e também filmava o jornalista.

O repórter questiona o motivo dos xingamentos, mas o homem apenas diz que “faz o que quer”. “Vai arrumar um trabalho de verdade”, disparou o “cidadão de bem”. “Machão pra caramba você”, ironiza o correspondente. “Eu sou homem pra caralho, e aí?”, confronta o homem.


O repórter Tiago Eltz retruca, afirmando que só está fazendo seu trabalho. “Que trabalhando… Isso é trabalho? Um idiota, bundão. Grava mesmo, Carlos Curi, grava mesmo”, se revolta o homem, supostamente falando seu nome.

No Instagram, repórter da Globo relata o que aconteceu. “Domingo, 2 da tarde, na maratona de NY. Estava segurando o microfone da Globo quando esse casal começou a me xingar e a gravar, aparentemente se divertindo. Eles passaram e quando o homem começou a voltar eu comecei também a gravar. O resto tá no vídeo”, disse.

reporter globo ameacado ny

Direitos autorais: reprodução Twitter.

“To postando porque ele fala o nome dele – Carlos Curi (Cury?) – e talvez alguém que saiba onde ele trabalha, ou conheça a família, pode encaminhar o vídeo e talvez ele possa receber ajuda. Ajuda, porque é isso que acho que precisa alguém que anda na rua ameaçando arrancar o braço de alguém que ele não conhece”, finalizou.


 




Ver essa foto no Instagram



 

Uma publicação compartilhada por Tiago Eltz (@tiagoeltz)


Outros jornalistas da TV Globo se solidarizaram com Tiago Eltz e se mostraram indignados com o ataque. “Que horror”, reagiu Mariana Gross. “Minha solidariedade a você, Ti!”, escreveu Michelle Barros. “Que papelão. Vou poupar as palavras que me ocorreram. Ele deve precisar de ajuda, mesmo. Abraço, Eltz. Tamo junto”, disse Fábio Turci. “Eu tenho pena dessas pessoas. Um beijo”, escreveu Renata Capucci.

‘Mulheres poderão reproduzir entre si no futuro’, diz pesquisador americano

Artigo Anterior

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.