publicidade

Reprogramação do dna – códigos grabovoi/petrov

Com a experiência em hipnose e o conhecimento em numerologia cabalística e genética, foi fácil assimilar o conceito dos pesquisadores Petrov e Grabovoi. Eles estabelecem, que antes de mais nada, é preciso tomar consciência do problema para aplicar a restauração de tudo através do código matriz ou a matriz primordial. Deixa claro que através da clarividência, ou seja, o uso pleno da glândula pineal, você obterá mais facilmente os resultados pretendidos. Também deixou transparecer que a reprogramação, em seu Instituto, requer uma disciplina e continuidade que certamente é feita através de áudio ou áudio/vídeo.



Segundo o livro TERAPIA INFORMATIVA de Grigori Grabovoi – I. Arepjev – A. Petrov, “a comunicação com a célula acontece através da fala. As experiências do biólogo molecular e biofísico russo Pjotr Garjajev comprovaram que a substância viva do DNA reage sob luz de laser modulado com palavras como também sob ondas de rádio. Conforme experiências russas, o DNA humano não é somente responsável pela construção do corpo, mas serve também como depósito informativo e para a comunicação com outras células e órgãos do próprio corpo, assim como com o DNA de outras pessoas ou animais.

Essa comunicação acontece além dos cinco sentidos e do espaço e do tempo, no hiperespaço. Esses padrões informativos que o DNA recebe serão armazenados em uma onda de luz específica, a onda Soliton. Através dessa onda carregadora do DNA, acontece a hiper-comunicação em forma de entrada de dados, a re-evocação de dados do DNA, como também o contato com outros participantes da rede interna.

Segundo Grabovoi, o DNA contém a língua primordial do Criador, que todas as células entendem. Por isso, é importante falar diretamente com as células durante um processo de regeneração. Os ensinamentos de Grabovoi são conhecimento canalizado do Criador para a estrutura e construção da alma. O usuário recebe ferramentas da criação, que o possibilita reconstruir órgãos e outras partes do corpo e harmonizar acontecimentos na sua vida do passado, presente e futuro”.


E pra acompanhar a reconstrução, os solfeggios são uma excelente opção. Segundo os estudos do Dr. Puleo, junto com o Dr. Leonard G. Horowitz, conhecido por seu grande trabalho na investigação de AIDS e vacinas, e que foi co-autor do livro “Códigos de Cura para o Apocalipse Biológico”, lançado em 1999, existe um mundo consciente do poder das frequências do Solfeggio.

Quase todas as músicas que ouvimos hoje nas rádios e que é vendido em lojas, seja rock, jazz, soul ou clássica, são atonais e contra-produtivos em comparação com os incríveis poderes de transformação dos tons do Solfejo. Nossa música moderna é, literalmente, um mal-estar para o corpo humano. Os tons originais do solfeggio foram censurados pela Igreja Católica, pelo Papa Gregório, mas encontramos ainda alguma coisa nos cantos gregorianos, segundo os sites Senhora de Sirius (http://senhoradesirius.wordpress.com/) e Iluminando Ondas (http://jcnavegaluz.blogspot.com.br/).

A maior parte da música mundial é afinada em 440 Hz desde que a International Standards Organization (ISO) aprovou em 1953. As descobertas recentes da vibração – oscilação natural do universo indica que essa afinação contemporânea pode gerar um efeito prejudicial à saúde ou um comportamento antissocial na consciência dos seres humanos. Há também uma teoria que diz que a mudança de 432 Hz para 440 Hz foi ditada pelo ministro de propaganda nazista, Joseph Goebbels. Ele usou-a para fazer com que as pessoas pensassem e sentissem de uma certa maneira, e para fazê-los prisioneiros de uma certa consciência. Então, por volta de 1940, os EUA introduziram mundialmente o 440 Hz, e finalmente em 1953, tornou-se o padrão pela ISO. A vibração 440 Hz é o padrão antinatural de afinação, removido da simetria das vibrações sagradas e harmônicas que têm declarado guerra ao subconsciente do homem ocidental.


Em um manuscrito intitulado “Musical Cult Control” (Controle de Culto musical), Dr. Leonard Horowitz escreveu: “A indústria da música tem essa frequência imposta que é ‘pastorear’ populações para uma maior agressividade, agitação psicossocial e sofrimento emocional que predispõe as pessoas às doenças físicas”.

Pensando sobre tudo isto, gravar, em mp3, um áudio personalizado com os números pessoais e seus significados, usando as técnicas de hipnose e com a música de fundo, acrescida dos tons das Seis Frequências Solfeggio UT – 396 Hz – Libertadora da culpa e do medo; RE – 417 Hz – Situações Desfazendo e facilitar a mudança; MI – 528 Hz – Transformação e Milagres (reparo do DNA);FA – 639 Hz – Conexão / Relacionamentos; SOL – 741 Hz – Expressão / Soluções; LA – 852 Hz – Despertar da Intuição; e por fim 1122h, que é considerado o “mestre”, uma síntese, poderá ser uma excelente parceria buscando melhores resultados.

Estas frequências originais podem ser usadas para tornar a tristeza em alegria, ajudando a pessoa a se ligar com sua Fonte para trazer milagres, reparar o DNA, conectar-se com sua família espiritual, resolver situações e se tornar mais intuitivo, e, finalmente, retornar à ordem espiritual. Imagine acrescido de códigos numéricos atestados em laboratório, para ser ouvido sempre que puder e estiver num local reservado, principalmente, antes de dormir, do mesmo jeito como é orientado o meu áudio da limpeza dos 21 dias e as meditações da Cura Kármica.

Muitos seguidores desse excelente método dos códigos têm dificuldade de concentração e esbarram com algumas crenças limitantes, como sabotadores e a própria descrença. Há também obstruções adquiridas por padrões que precisam ser liberados. Para começar é necessário ancorar os códigos que abram caminho e garantam a eficácia do método.

Somos compostos de números e vibrações, como bem a numerologia ensina e os russos Petrov e Grabavoi tão bem comprovam.

 

Quer saber mais? Participe do nosso grupo no facebook!

 

Escrito por Vera Marfeza via Stum

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.