ColunistasSuperação

Resiliência: o que fazer para se tornar uma pessoa resiliente?

Resiliência: o que fazer

Meu ano de 2017 foi marcado por diversos momentos, mas os desafiadores fizeram com que eu decidisse buscar algo mais para conseguir enfrentá-los da melhor forma possível. Procurei ser uma pessoa resiliente.



Caso você não saiba o que significa, abaixo a definição no dicionário:

Resiliência (s.f.)


  • (Física) Propriedade de um corpo de recuperar a sua forma original após sofrer choque ou deformação.
  • (Figurativa) Capacidade de superar, de recuperar de adversidades.

Não foi fácil, admito, mas a minha vontade era tanta, de superar todos os desafios e momentos difíceis que 2017 estava me propondo, que eu procurei evoluir. É claro, nem sempre vamos conseguir manter a calma e dar a volta por cima de uma maneira fácil, mas eu lhe garanto que entrar nessa busca, vai ajudá-lo a lidar melhor com certas situações.


O que fazer para me tornar uma pessoa resiliente?

  • Primeiro de tudo você tem de querer/desejar evoluir.
  • Tenha paciência, nenhuma mudança é da noite para o dia. É uma construção e um investimento.

  • Invista em autoconhecimento.
  • Busque uma conexão com você mesmo.
  • Converse consigo mesmo.
  • Não fuja, enfrente! Enfrente as situações e fale para si mesmo que você vai superá-las.

  • Se em alguma situação você não concordou com determinada atitude sua, pense, questione-se sobre como você poderia ter agido e o que poderia ter sido diferente.
  • Mas não se culpe. Tudo bem se você não agiu da forma que esperava. Da próxima vez, você pode fazer diferente. Lembre-se: tudo é aprendizado.
  • A terapia pode ajudá-lo a superar e saber lidar com determinadas situações. Afinal, a terapia é um autoconhecimento.

Foi um ano de aprendizados, mas vou lhe contar uma coisa: nós sempre podemos evoluir mais, aprender mais. 2017 pode ter me ensinado muitas coisas, mas tenho certeza de que 2018 ensinará tantas outras.

O seu ano depende das suas atitudes, lembre-se sempre disso. Faça o seu 2018 ser um ano inesquecível e cheio de aprendizados, o qual valha a pena lembrar. Feliz 2018!

Gratidão, 2017! 2018, seja bem-vindo!


Como conciliar a carreira profissional com a maternidade?

Artigo Anterior

Terapias holísticas integrativas: caminhos de equilíbrio e cura

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.