Respeite seu passado, mas deixe-o para trás

Certa vez, sentado em um banco de praça, conversei com uma senhora que sentou ao meu lado. Após alguns minutos ouvindo suas histórias e pensamentos, percebi que todos os momentos de felicidade, de alegrias e de quase tudo o que ela falava estavam contidos, e presos, em algum momento de seu passado.

Dali em diante comecei a prestar mais atenção nesse comportamento que buscava sempre se referenciar ao passado como o único momento de alegria.

Sabe quando você decide comprar um carro novo e acredita que ninguém tem ou terá um igual ao seu? Então, depois de escolher o seu carro, você começa a reparar naquele mesmo modelo e o enxerga em toda esquina. Foi mais ou menos isso que aconteceu comigo.

Depois da conversa com aquela senhora, comecei a reparar mais nesse modelo de comportamento nas pessoas com quem eu interagia, e adivinhem só? Passei a percebê-lo com mais frequência, em cada vez mais gente.

Então, fui pesquisar mais sobre o assunto, fui conversar com psicólogos, coaches, estudiosos e passei a ler alguns livros com temas semelhantes.

Dali em diante passei a perceber como muitas pessoas estão presas em seu passado; e eu até me incluía naquela situação.

Quando utilizo a expressão “estar preso em seu passado”, incluo aqueles pensamentos sempre ligados a remorsos, pensamentos que que não conseguem se libertar de erros cometidos, de não conseguir esquecer amores perdidos ou antigas amizades que perdemos contatos.  Pensamentos assim geram sentimentos de pesar, geram dores intermináveis e nos fazem acreditar que jamais seremos felizes de novo.

Você já se pegou pensando nos lugares onde morou? Ou antigos empregos onde trabalhou e acreditou que eles eram os únicos responsáveis por assegurar sua felicidade?

Já teve essa sensação?

É nesse momento em que você se tranca em uma cela cheia de lembranças. Você se prende ali dentro e determina, para você mesmo, que a felicidade não pode mais entrar. Que ela está contida apenas no seu passado, naqueles momentos que agora parecem ter sido perfeitos.


Respeite seu passado, mas deixe-o ir embora

Todo mundo tem um passado repleto de histórias com situações boas e ruins. Coisas acontecem, respeite isso; aprenda com cada momento, seja ele bom ou ruim, e deixe isso ir embora. Independente do que aconteceu, você está aqui. Você está vivendo o presente e tem o direito de aproveitar isso.

Um pensamento que tem se tornado popular nos últimos anos, e o qual eu desconheço o autor original, diz que​ “viver apenas de passado pode aumentar nossas chances de depressão, e que viver com pensamentos apenas no futuro podem nos deixar mais ansiosos”​.   


Vire a chave e liberte-se

Depende de você mudar seu presente. Só você tem a chave dessa cela em que você talvez tenha se trancado com todas as alegrias que acredita estarem apenas no passado. Se decidir seguir preso a ele, esses pensamentos não vão te deixar mudar.

O passado tem o poder de ensinar, mas também tem a força de bloquear sua evolução. Tome o controle da sua vida. Tome o controle do seu futuro.

Lembre-se: a vida anda pra frente, deixe seus erros, suas ex-namoradas, seus medos e frustrações para trás.

Levante-se e siga em frente. Você está indo bem, quanto mais passado, mais aprendizado e está na hora de reconhecer isso na sua vida. Vamos viver o hoje? 

Abraços e boas escolhas!


Direitos autorais da imagem de capa: unsplash / wHgcJ4gVCQY



Deixe seu comentário