Cada vez que respiramos recebemos novamente a vida, do único doador de vida. Cada vez que exalamos, devolvemos uma parte de nós para o universo.



Para praticar a respiração meditativa, você vai precisar de um espaço silencioso e de alguns minutos sem ser interrompido. Comece sentando-se confortavelmente, porém alerta, numa cadeira, ou no chão com as pernas cruzadas, se preferir. Feche os olhos e respire normalmente, mas concentre sua atenção no processo que está acontecendo. Sinta seu peito se expandir ligeiramente quando você inala. Depois quando exala, sinta seus pulmões se contraírem. Depois de alguns momentos, tire seus pensamentos da experiência física de respirar e leve-os para a dimensão espiritual. Quando inalar, compreenda que o sopro da vida está entrando em você e compreenda que esse sopro vem do Criador.

Com esse pensamento em mente, prenda a respiração por alguns segundos e experencie de forma completa a sensação da presença divina entrando em seu ser. Solte a respiração e sinta o processo oposto, mas igualmente poderoso que esse ato representa. Fique assim quanto tempo quiser e então retorne suavemente sua consciência para o mundo diário. Quando abrir os olhos poderá sentir como se de alguma forma estivesse vendo tudo pela primeira vez. Permite que isso o inspire a viver cada momento com um compromisso renovado de se tornar uma pessoa que compartilha verdadeiramente e de estimular essa mesma transformação em todas as pessoas que você encontrar.


Você já fez o bem hoje?

Artigo Anterior

O que valeu a pena no seu dia?

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.