publicidade

Responsabilize-se! – é sempre tempo de rever os caminhos que queremos seguir…

Caminhei muito tempo em prol de um sonho que, a cada dia que passava, percebia ser só meu.



Era desses sonhos que você inclui alguém, alguém que você escolheu para ser protagonista com você, alguém que por você evidenciar tanto, faz com que você permita a própria coadjuvação do processo. Sim, é disso que precisamos falar: sobre permitir, responsabilizar, culpar, depositar nos outros algo que é nosso: a escolha.

É sempre tempo de rever os caminhos que escolhemos seguir – sem essa de que “a vida fez com que eu escolhesse isso”, precisamos nos implicar em nossos discursos e assumirmos a responsabilidade – “eu escolhi”. Pois é somente quando nos empoderamos de nossas escolhas que nos tornamos conscientes dos resultados que obtemos.

caminhos


É somente quando eu afirmo para o mundo que eu escolhi, que eu banco as consequências, que eu me torno um autor e ator de mudanças e ai então eu tenho um dos processos mais almejados por qualquer um de nós: ser livre. E você já parou para pensar que a maior barreira entre você e sua liberdade é você mesmo? Ou você ainda a está depositando em pessoas ou fatos externos? Seja o protagonista, responsabilize-se e, então, você perceberá que liberdade é, sobretudo, libertar-se das próprias amarras, daquelas que nós mesmos criamos – para nos protegermos do mundo talvez?

Liberdade é a capacidade de ser sincero não só com os outros, mas consigo mesmo. É olhar para o próprio processo e admitir desejos, pensamentos, sentimentos. É depositar em si mesmo a responsabilidade por sua felicidade.

Não culpe o outro por lhe fazer ficar triste ou feliz, olhe para que comportamentos você tem em relação ao outro que colaboram para que você sinta-se de determinada maneira e, olhando para si, não SE culpe. Aliás, não culpe nada nem ninguém.


Não olhe para os resultados como atribuídos ao contexto. Olhe para si como responsável, em alguma medida, por esses resultados. Atribuir ao outro lhe conduz a uma estagnação, implicar-se no processo abre portas para mudanças.

Olhe para si.
Olhe para seus sentimentos.
Olhe para o mundo.

caminhoss

Olhe para o seu próprio processo e atribua a si mesmo a capacidade de ser feliz. Olhe para o seu próprio processo e descubra que responsabilizar-se por suas escolhas faz com que elas sejam maduras e coerentes com o seu desejo. E que coerência – e sinceridade – são as maiores formas de liberdade interna.

E, meu amigo, não há nada mais tranquilizador do que a sensação de, frente a você mesmo, ser livre.

Thaynara Lech Wendt

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.