publicidade

Restaurante dá alimento de alta qualidade aos pobres de graça e fatura R$ 5 milhões por ano:

Entre pela porta da frente do Masbia e você será recebido por um anfitrião, sorridente, que então vai te levá-lo à sua mesa. Depois, um garçom igualmente amigável irá lhe oferecer uma gostosa e nutritiva refeição kosher, uma salada fresca e uma bebida. A única diferença entre o Masbia e os outros restaurantes de Nova York vem no final de cada refeição, quando não há cobrança nenhuma.



Masbia significa “saciar” em Hebraico e essa é a missão deles, saciar pessoas famintas todos os dias. O “restaurante” na verdade é uma cozinha de sopa para os famintos e uma organização sem fins lucrativos. Seu foco está no fornecimento de refeições grátis e deliciosas para os famintos dentro de uma atmosfera acolhedora, a atmosfera de um verdadeiro restaurante.

Em 2009, o Masbia expandiu de uma cozinha e um refeitório no parque de Boro no Brooklyn, para uma rede de três cozinhas ao longo do Brooklyn e do Queens. Em 2014, só no mês de Janeiro, esta organização sem fins lucrativos havia servido 5.583 refeições. Apesar deste alto volume, a cozinha funciona com apenas três funcionários assalariados incluindo o Chef Rubin Diaz. O resto são voluntários que se dedicam a servir refeições deliciosas com um pouco de dignidade.

O Masbia mantem suas portas abertas através de doações, estas que hoje somam um valor de R$ 5 milhões de reais por ano. Que apesar de parecer muito dinheiro, Alexander diz que se dividido por dias no ano, é um valor ainda singelo para o restaurante se manter.

retaurante-gratis-1


retaurante-gratis-3

retaurante-gratis-4


retaurante-gratis-5

retaurante-gratis-6

retaurante-gratis-6 (1)

retaurante-gratis-7

retaurante-gratis-7 (1)

Via: Razões Para Acreditar

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.