Notícias

Rita Cadillac sobre pornôs: ‘Não me arrependo, mas não repetiria’

Rita Cadillac sobre pornos capa
Comente!

A Rita Cadillac abriu o jogo mais uma vez sobre os filmes pornôs que fez durante sua carreira. As revelações de detalhes de sua vida estarão no livro “Frente & Verso”, escrito pelo jornalista Flavio Queiroz.

Um dos assuntos abordados por Rita foi um aborto caseiro. Ela disse que no final dos anos 80 tinha um caso com um jogador de futebol que costumava sempre ir na casa dela. O caso deles seguia normalmente, até que um dia ela descobriu estar grávida.

Já sendo mãe de um filho e com uma vida profissional agitada por conta de shows por todo o país, Rita pensou que, aquele momento, não poderia ter mais um filho. Ela recorda que recomendaram um “remedinho” para ela e depois de tomar o comprimido acordou de noite com sangue nos lençóis. A artista foi levada ao hospital e entrou imediatamente em cirurgia. “Não pensei direito. Soube depois que era uma menina. Fiquei muito mal e nunca mais me perdoei. Sonhei anos com essa história e até hoje vivo com essa dor”, diz no livro.

Além do aborto, a prostituição no início da vida adulta e os filmes pornô são acontecimentos que a ela conta serem dolorosos de serem lembrados. “Isso é doloroso para mim. Isso é muito doloroso. Não me arrependo de nada na minha vida, posso falar que se pudesse voltar no tempo eu não faria”, diz.

Comente!

Ônibus da dupla Israel e Rodolffo se envolve em acidente em Paranavaí

Artigo Anterior

Passageiro é expulso de voo ao usar calcinha fio-dental como máscara anti-Covid

Próximo artigo