Rússia conclui a primeira fase de testes de vacina contra covid-19. Produção pode começar em setembro!

O país informou que a primeira fase de testes em humanos foi concluída e, se forem bons também os resultados das fases 2 e 3, a produção das vacinas poderá começar em setembro.



A ciência mundial tem-se concentrado em produzir uma vacina eficiente contra o coronavírus, que desde o começo do ano já infectou mais de 13 milhões de pessoas em todo o mundo e levou mais de meio milhão de vidas.

Atualmente, dezenove vacinas experimentais contra a covid-19 estão em fase de testes em humanos, e uma delas, que está sendo desenvolvida pela Rússia, terminou a primeira fase com sucesso, trazendo esperança de que logo poderemos nos imunizar contra o vírus.

A Rússia anunciou no último domingo (12) o final da primeira fase. Segundo o governo, os primeiros resultados foram satisfatórios e, se assim se mantiverem, a produção da vacina poderá começar em setembro próximo.


O Ministério da Defesa russo comunicou que 38 voluntários estiveram envolvidos nessa primeira fase de testes, todos com resposta imunológica com a vacina.

Apesar disso, mais duas rodadas serão realizadas – a previsão é que a segunda aconteça em 28 de julho e a terceira em 14 e 15 de agosto.

Alexander Lukashev, diretor do Instituto de Parasitologia Médica, Tropical e Doenças Transmitidas por Vetores, da Universidade Sechenov, em Moscou, tranquilizou a população em relação à segurança da vacina, em entrevista à agência russa de notícias “Sputnik”. Ele afirmou que ela segue o mesmo padrão de segurança das vacinas que estão no mercado atualmente.

A primeira fase de testes teve como objetivo avaliar a segurança da vacina, enquanto a segunda se concentrará em analisar o nível de anticorpos formados no sangue, o que deve confirmar a eficiência da vacina.


Na terceira fase, que começará depois da aprovação do governo, mais pessoas receberão a dose da vacina e ficarão em supervisão. Estima-se que isso aconteça em meados de agosto. O sucesso dessa fase permitirá o começo da produção das vacinas.

Essa notícia traz a esperança de que teremos uma vacina contra o coronavírus ainda em 2020.

Já existem duas vacinas em fase de teste 3: uma da chinesa Sinopharm e outra da AstraZeneca e Universidade de Oxford (Reino Unido), cujos testes estão sendo feitos também no Brasil.

O rápido avanço das pesquisas é uma prova de que muitas pessoas estão trabalhando para que superemos esta crise o mais cedo possível. Enquanto isso, devemos manter as medidas de prevenção para cuidar de nós mesmos e daqueles ao nosso redor, enquanto não temos a imunização disponível.

Compartilhe a boa notícia em suas redes sociais e cuide-se!

 

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.