ColunistasComportamento

Sábio é aquele que ama e valoriza o que tem!

“A ESPERANÇA É A ÚLTIMA QUE MORRE”

ESPERAR TENDO ESPERANÇA!!!!!



A nossa jornada tem nos mostrado que todas as pessoas esperam por alguma coisa, até mesmo para confirmar o dito popular que “A ESPERANÇA É A ÚLTIMA QUE MORRE”.

Entretanto, li uma mensagem muito significativa que diz que a esperança não é a última que morre, mas é a primeira que nasce quando tudo parece perdido e sem solução. Porque quem tem ESPERANÇA sabe que um dia a tempestade passa, o choro vai embora e a alegria volta a reinar. Quem espera tem confiança, quem confia tem fé em Deus e quem tem Deus tem tudo!

Aí, deparei-me também com uma frase de Santo Agostinho que diz: “Enquanto houver vontade de lutar, haverá ESPERANÇA DE VENCER.


Muitas pessoas acreditam na esperança como um bem precioso que jamais deve ser perdido… mas resolvi refletir mais a respeito do conceito. Todos nós sabemos de uma forma ou de outra, o que é ter esperança, ou seja: o ato de esperar e ter expectativa por algo: crer, confiar, ter fé e assim ESPERANÇA pode estar associada com expectativas.

Nas religiões cristãs, ela está associada a uma virtude, mas no cotidiano, verificamos que a ESPERANÇA tem o objetivo de tranquilizar as pessoas frente ao desconhecido da vida. Ela é vista, muitas vezes, como o conforto para as horas difíceis.

Mas qual é de fato o papel da esperança?

Viver na ESPERANÇA é ter expectativa de que algo aconteça num futuro próximo e muitas vezes, isso nos paralisa e nos impede de agir. Começamos a engrossar a corrente dos que se apoiam na esperança acreditando que no futuro tudo vai acontecer. Isso pode bloquear a força na busca das realizações.


Muitos acreditam que a felicidade se torna presente quando tem o que desejam e aí incorporam também o conceito da ESPERANÇA na conquista.

Mas como podemos definir o que desejamos?

Sartre nos diz que o “prazer é a morte do desejo”. Isso reforça a tese de que temos esperança pelo que não temos e tememos que isso esteja em desacordo com o que tínhamos planejado.

Verdade! Não se pode esperar nada do passado, mesmo porque já aconteceu e portanto, mostra-se um desejo direcionado para o futuro e sem conhecer porque ainda não aconteceu.


Não podemos viver como reféns do futuro, do que nos falta e do que não depende de nós.
Qual é a contrapartida de esperar? É existir agindo e realizando enquanto a ação está em curso. É amar a caminhada usufruindo o caminho, sem colocar nos resultados futuros a promessa de felicidade.

É desfrutar o que está acontecendo agora e não um dia…. quem sabe… se Deus quiser!

É estar presente, de corpo e alma, na nossa vida dedicando a cada minuto uma atenção carinhosa do bem viver. É eternizar o momento, encontrando beleza em cada aqui/agora, sem perder a noção do que nos é possível.


É aceitar a imensidão do acaso em nossa vida e procurar viver na centralidade da nossa vida.

É um sentimento que depende muito da nossa sabedoria e um homem sábio é aquele que ama e valoriza o que tem!

Sandra Giannoni


Seu dia de nascimento e suas principais influências:

Artigo Anterior

“deixe partir o que não te pertence mais…”

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.