Notícias

“Sai daqui, seu nojento”, disse lojista a homem que tentou estuprá-la

tentativa estupro mg

Vítima de uma tentativa de estupro dentro da própria loja, no município de Santa Rita do Sapucaí, Minas Gerais, na última quinta-feira (11/11), Fernanda Aparecida Silva, de 27 anos, relatou, na 6ª Delegacia de Polícia Militar da região, que reagiu com um murro no peito do agressor e um grito: “Sai daqui, seu nojento, vou gritar”. O criminoso já foi identificado, mas segue foragido.

“Eu estava encurralada na cabine, me debatendo porque ele é muito grande. Ele tentava tirar a minha calça, mas não conseguia, porque estava bem apertada. Uma hora, ele arrebentou o botão e colocou a mão por dentro da minha calcinha. Eu não conseguia falar, a voz não saía. Não sei de onde tirei forças para dar um murro no peito dele. No mesmo momento, eu finalmente recobrei a voz e falei: ‘Sai daqui, seu nojento, vou gritar”, contou Fernanda.

Em entrevista ao jornal, a jovem contou que, depois da tentativa de estupro, o agressor a chamou de louca e saiu do local caminhando normalmente.

Fernanda descreveu-o como sendo um homem branco, gordo e alto, com cerca de 1,80 m e 100 kg. Ele usava óculos grossos, tipo fundo de garrafa, camiseta rosa, bermuda vinho e máscara preta. A polícia segue em busca do criminoso.

Em uma publicação no Facebook, que já tem 1,8 mil compartilhamentos, Fernanda contou aos prantos sobre o ocorrido e pediu para que as pessoas parem de julgá-la pela roupa que vestia.

“Serve de alerta para todas as mulheres: gente, não é roupa, não é nada, porque eu estava vestida de calça, camiseta. Então não culpe a mulher, porque isso aí é o homem sem-vergonha”, desabafou a vendedora.

Para casos de denúncia ou identificação do suposto criminoso, os números de emergência no estado de Minas Gerais são os das polícias Militar (190)e Civil (197).

camera seguranca suspeito

Direitos autorais: reprodução;

acusado 1 1

Direitos autorais: reprodução;

De luto, Maraisa relata dificuldade em substituir Marília em shows

Artigo Anterior

Guilherme de Pádua exclui perfil com 40 mil seguidores e se “esconde” após anúncio de documentário sobre Daniella Perez

Próximo artigo