3min. de leitura

Saiba como proteger a sua casa para receber as pessoas nas festas de fim de ano!

Segundo o feng shui e a radiestesia, as nossas casas são organismos vivos, todas as nossas experiências são memorizadas nas paredes, no subsolo, e essas informações circulam também pelo ar.



Se você vai receber pessoas na sua casa neste fim de ano, é bom estar atento(a) para alguns cuidados, principalmente se não as conhece muito bem ou se já sabe que alguma delas não tem uma vibração muito boa.

Coloque em um canto da sala de entrada um recipiente de vidro com sal grosso e água, trocando a cada 72 horas, pois é um excelente catalisador de energias negativas. Quando você perceber que o recipiente está acumulando sal na borda, pode ter certeza de que a energia negativa se acumulou ali, portanto o cuidado deve ser redobrado. Lembre-se de esterilizar as mãos com álcool depois de manusear a mistura.

Segundo o feng shui e a radiestesia, as nossas casas são organismos vivos, todas as nossas experiências são memorizadas nas paredes, no subsolo, e essas informações circulam também pelo ar.


Nós sofremos as influências dos elementos, do cosmos, das pessoas à nossa volta, dos ambientes, dos objetos que contêm memórias positivas ou negativas.

O importante é saber que as vibrações de uma casa e das pessoas que estão nela podem ser perturbadas por palavras, pensamentos, sentimentos e ações.

Quem é sensível consegue perceber, mas quem não é precisa desses recursos para se proteger.

Você pode usar spray de ambientes com óleo essencial de alecrim, olíbano e mirra, incenso de arruda, sal grosso, sete-ervas ou palo santo.


Outra indicação é usar símbolos de proteção em seus acessórios pessoais e na sua casa, o suficiente para que a sensação de paz e harmonia se mantenha presente.

Orações também harmonizam qualquer lar. Ore e agradeça por mais um ano abençoado! Cuide bem da energia da sua casa e boas festas!

 

Direitos autorais da imagem de capa: Freestocks.org/Pexels.

Você sabia que O Segredo está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.